Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Defender o Quadrado

Nesta casa serve-se tudo a quente. As cadeiras são de pau e têm as costas direitas. Há sempre pão a cozer e o conforto da desarrumação. A porta está sempre aberta... mas fecha-se rapidamente aos vermes que infestam alguns cantos do quadrado. Sejam

Informação, rigor, ciência, partilha

(...) "Devemos acelerar o desenvolvimento de vacinas, terapias e diagnósticos; combater os rumores e a desinformação; rever os planos de preparação, identificar lacunas e avaliar os recursos necessários para identificar, isolar e cuidar de casos de impedir a transmissão; e partilhar dados, conhecimento e experiência com a OMS e o mundo. A única maneira de derrotar este surto é que todos os países trabalhem juntos num espírito de solidariedade e cooperação. Estamos todos juntos nisto e só podemos parar juntos" (...)

(...) "A OMS não recomenda a restrição de viagens, as trocas comerciais e os movimentos [de pessoas] e opõe-se mesmo a todas as restrições de viagens." (...)

DN

OMS - Conselhos ao público

oms advice.JPG

OMS - relatórios da situação

oms situatio 30_01_2020.JPG

mortalidade até 30/Jan/2020 - 2,17%

oms situation 2 30_01_2020.JPG

OMS - conferência de imprensa 30/Jan/2020

A pandemia da suspeita

 

 

A credibilidade de Instituições como a OMS é crucial para governos, profissionais de saúde e população em geral. É imprescindível que as suspeitas de envolvimento da OMS por lobis farmacêuticos sejam rapidamente investigadas, pois todo este cenário pode ser muito pernicioso para a saúde pública.

 

A verdade é que a OMS lidou com esta situação levantando enorme alarme e medo na população em geral. Além disso, quando começaram a surgir estatísticas que indicavam que este vírus tinha uma mortalidade semelhante ao da gripe sazonal, a OMS não foi tão incisiva com esta informação como tinha sido com a mais alarmista.

 

No entanto, a constatação da menor virulência de um vírus não significa que isso fosse previsível, nem sequer que fosse o mais provável. Mas depois das previsões não confirmadas, felizmente, da pandemia do vírus H5N1 - gripe das aves - fica a descrença no ar e a suspeita, que é o vírus mais perigoso que existe.

 

Mais uma vez é essencial que todo este assunto se esclareça rapidamente.

 

Nota: Ler também.