Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Defender o Quadrado

Nesta casa serve-se tudo a quente. As cadeiras são de pau e têm as costas direitas. Há sempre pão a cozer e o conforto da desarrumação. A porta está sempre aberta... mas fecha-se rapidamente aos vermes que infestam alguns cantos do quadrado. Sejam

Época natalícia 2010

 

Este Natal veste-se de tangerina. Elegante, calorosa, vitaminada, amiga do ambiente, transforma a crise numa nuvem de sorrisos e gestos largos, Natal aberto, louro, doce e vivo.

 

Receita de licor de tangerina, a preceito e mais sensível a encontro de amigos, mais bem feito a 4 ou 6 mãos, quanto mais bem regada de conversa melhor. As provas múltiplas e repetidas são essenciais.

  • Aguardente vínica bem forte
  • Casca de tangerina, apenas a parte laranja, cortada fininha e posta na aguardente bastante tempo (2 meses chegam, mas se for mais, tanto melhor)
  • Passador largo, por onde se escorre a aguardente alaranjada e se espremem as cascas maceradas das tangerinas
  • Por cada litro de aguardente, 0,750 l de xarope (0,750 l de água com 750 g de açúcar, a ferver durante 15 minutos)
  • Juntar a aguardente ao xarope
  • Levar ao lume e deixar levantar fervura
  • Filtrar a mistura (uso a máquina de filtro do café)
  • Primeira prova
  • Esperar pacientemente que se filtre todo o licor
  • Em cada mudança do filtro (sempre que escorra apenas umas gotas de licor), outra prova
  • Engarrafar - mais uma prova
  • Deixar arrefecer e rolhar
  • Última prova
  • Rotular as garrafas

 

 

Feira

 

 

Museu do Canteiro, Alcains 

 

Todos os anos tomo um banho de ruralidade. Entre utensílios de alumínio, facas de vários tamanhos e feitios, foices, almotolias, foles, cestas, tachos de barro, barricas de jeropiga, farturas, marmelos, abóboras, castanhas, pequenas, médias e grandes, presuntos, queijos, feijão de arroz, centenas de peúgas, cuecas, ceroulas, camisolas, calças de ganga, chapéus, algodão doce e pipocas, apetece percorrer as ruas e parar em todas as barraquinhas.

 

Já não tenho desculpa para adiar mais o início da temporada. Os ingredientes estão comprados, à espera das panelas, da canela e do açúcar. Fritar castanhas e colocar as cascas e as sementes dos marmelos a macerar em aguardente, são as tarefas mais urgentes. Se não, perigam as compotas e os licores.

 

Vou pensar nas variantes da moda Natal 2010. Um aviso aos incautos: darei largas à minha imaginação.