Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Voz de Sal

por Sofia Loureiro dos Santos, em 18.02.24

Voz de Sal

Rodrigo Leão & Ana Carolina Costa

Martirio & Raúl Rodríguez

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 20:56

Boas Festas

por Sofia Loureiro dos Santos, em 24.12.23

Air des Matelots | Marin Marais

Shashank Subramanyan & Os Músicos do Tejo

 

Lá fora o sol parece aquecer as almas

que descansam numa clausura serena.

As janelas separam o real do sonhado,

o barroco musical do ruído artificial.

 

Ouço este silêncio aconchegado

antes que me inunde o dilúvio do Natal.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:42

Canções Heróicas

por Sofia Loureiro dos Santos, em 17.12.23

Fernando Lopes Graça

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 19:37

20ª Competição Internacional de Piano de Leeds

2021 - final

por Sofia Loureiro dos Santos, em 02.12.23

Alim Beisembayev (1º prémio)

Sergei Rachmaninov – Rhapsody on a Theme of Paganini

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 15:30

Para quem se esqueceu do essencial

Liberdade

por Sofia Loureiro dos Santos, em 30.09.23

Sérgio Godinho

 

Viemos com o peso do passado e da semente

Esperar tantos anos torna tudo mais urgente

e a sede de uma espera só se estanca na torrente

a sede de uma espera só se estanca na torrente

 

Vivemos tantos anos a falar pela calada

Só se pode querer tudo quando não se teve nada

Só quer a vida cheia quem teve a vida parada

Só quer a vida cheia quem teve a vida parada

 

Ai...

Só há liberdade a sério quando houver

A paz, o pão

habitação

saúde, educação

Só há liberdade a sério quando houver

Liberdade de mudar e decidir

quando pertencer ao povo o que o povo produzir

quando pertencer ao povo o que o povo produzir

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:05

Acordes

por Sofia Loureiro dos Santos, em 10.09.23

El Pele

Vicente Amigo

Alberto Iglesias

Pedro Almodóvar

 

Ao longo da estrada

ouço a mistura dos sons e dos sentimentos

as luzes meio apagadas da manhã o nevoeiro

os cinzas e os riscos de vermelho que me acordam a alma

bato as palmas no ritmo do volante e

as cordas da guitarra arrepiam-me os dedos.

 

Tão tristes sinceros duros

os acordes desta estrada.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:18

De volta pro aconchego

por Sofia Loureiro dos Santos, em 20.05.23

Elba Ramalho

Fernando Manoel Correia & José Domingos de Moraes

 

Estou de volta pro meu aconchego
Trazendo na mala bastante saudade
Querendo um sorriso sincero, um abraço
Para aliviar meu cansaço
E toda essa minha vontade

Que bom poder tá contigo de novo
Roçando teu corpo e beijando você
Pra mim tu és a estrela mais linda
Teus olhos me prendem, fascinam
A paz que eu gosto de ter

É duro ficar sem você vez em quando
Parece que falta um pedaço de mim
Me alegro na hora de regressar
Parece que vou mergulhar
Na felicidade sem fim

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 17:39

God Give Me Strength

Deus dá-me forças

por Sofia Loureiro dos Santos, em 12.02.23

Burt Bacharach

Elvis Costello

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 15:50

Funâmbula

Festival da canção 2023

por Sofia Loureiro dos Santos, em 19.01.23

lara li festival cancao.jpg

André Henriques & Lara Li

 

Que bem que canta Lara Li.

E que bela canção.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 21:04

Eu fui à terra do bravo

por Sofia Loureiro dos Santos, em 17.11.22

Canção popular dos Açores

Zeca Afonso

 

Eu fui à terra do bravo

Eu fui à terra do bravo

Bravo meu bem

Para ver se embravecia

Bravo meu bem

Para ver se embravecia

 

Cada vez fiquei mais manso

Cada vez fiquei mais manso

Bravo meu bem

Para a tua companhia

Bravo meu bem

Para a tua companhia

 

Eu fui à terra do bravo

Eu fui à terra do bravo

Bravo meu bem

Com o meu vestido vermelho

Bravo meu bem

Com o meu vestido vermelho

 

O que eu vi de lá mais bravo

O que eu vi de lá mais bravo

Bravo meu bem

Foi um mansinho coelho

Bravo meu bem

Foi um mansinho coelho

 

As ondas do mar são brancas

As ondas do mar são brancas

Bravo meu bem

E no meio amarelas

Bravo meu bem

E no meio amarelas

 

Coitadinho de quem nasce

Coitadinho de quem nasce

Bravo meu bem

P'ra morrer no meio delas

Bravo meu bem

P'ra morrer no meio delas

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 17:08


Mais sobre mim

foto do autor



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2011
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2010
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2009
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2008
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2007
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D
  235. 2006
  236. J
  237. F
  238. M
  239. A
  240. M
  241. J
  242. J
  243. A
  244. S
  245. O
  246. N
  247. D
  248. 2005
  249. J
  250. F
  251. M
  252. A
  253. M
  254. J
  255. J
  256. A
  257. S
  258. O
  259. N
  260. D

Maria Sofia Magalhães

prosas biblicas 1.jpg

À venda na livraria Ler Devagar



caminho dos ossos.jpg

 

ciclo da pedra.jpg

 À venda na Edita-me e na Wook

 

da sombra que somos.jpg

À venda na Derva Editores e na Wook

 

a luz que se esconde.jpg