Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Defender o Quadrado

Nesta casa serve-se tudo a quente. As cadeiras são de pau e têm as costas direitas. Há sempre pão a cozer e o conforto da desarrumação. A porta está sempre aberta... mas fecha-se rapidamente aos vermes que infestam alguns cantos do quadrado. Sejam

E se para o ano...

 

 

Orquestra Metropolitana de Lisboa

 

... o Conserto de Ano Novo no CCB fosse diferente? E se, em vez de valsas de Strauss e outras peças do reportório habitual, embora maravilhosas, a orquestra Metropolitana de Lisboa fosse desafiada a tocar músicas portuguesas? Adaptações de Carlos Paredes, José Afonso, Amália Rodrigues, Rodrigo Leão, Pedro Burmester, Mário Laginha, Bernardo Sassetti, Manuel d'Oliveira, Pedro Jóia, Fausto, José Mário Branco, António Pinho Vargas, sei lá, tantos e tantos outros, de Sérgio Godinho a Manuela Azevedo, de Ana Moura aos Dead Combo, de Pedro Osório a Márcia, tantos são os excelentes compositores e intérpretes que temos.

 

E porque não o Concerto de Ano Novo ser uma festa de música portuguesa, engalanada e festiva, orgulhosa e patriótica, europeus, sim, mas portugueses, com uma riqueza rítmica que não se esgota no passado.

 

E que tal pensar nisso? Não há artistas portugueses para proporem alternativas de grande qualidade às maravilhosas valsas de Strauss?