Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Por acaso

por Sofia Loureiro dos Santos, em 06.11.21

fish sculpture.jpegAdriaan Vanderlugt

 

Como se por acaso encontrei o mar

arrastado por ondas de areia e peixes verdes

numa textura de segredos longínquos

na sombra da espuma que em silêncio se desfaz.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:04

Manjericos

por Sofia Loureiro dos Santos, em 13.06.21

sardinhas 2021.jpg

Se eu cheirasse a manjerico

Como bem cheira Lisboa

Dispensava o abanico

Que o calor desabotoa

 

Vou passando para a frente

E depois já volto atrás

Tenho uma pressa dormente

Alergia que o Sol trás

 

Nesta dança de rodar

Entra mão e entra pé

Não reparto com meu par

O meu bule de café

 

Vou marchar de manjerico

De mão dada com meu par

Pois que este namorico

Mal chegou que vai ficar

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:01

Afagos

por Sofia Loureiro dos Santos, em 02.05.21

mother-and-child-pablo-picasso.jpg

Pablo Picasso

 

Nestes tempos sem abraços

vigio os teus passos

vagarosos incertos

tento alinhar desacertos.

Nestes tempos amargos

respiramos afagos

aguardamos que se soltem

e voltem.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:56

Trava-línguas pascal

por Sofia Loureiro dos Santos, em 02.04.21

pascoa 2021.jpg

 

Um dois três

quatro cinco seis

vamos ter festa

e não é de Reis.

Sete oito nove

dez onze doze

amêndoas não tenho

que ninguém as trouxe.

Treze catorze quinze

dezasseis dezassete dezoito

mas em vez delas

comprei um biscoito.

 

Dezanove vinte vinte e um

foge cabritinho

que já estás gordinho.

Vinte e dois vinte e três vinte e quatro

vamos embora

que está na hora.

 

Já se faz tarde

nesta vidinha

o que vai dar

não se adivinha.

Besunta a forma

espreme o limão

à nossa retoma

de escravidão.

Sopra no forno

limpa a colher

que não há retorno

vamo-nos benzer.

Cristo confina

confino também

a alma definha

e fica refém

do corpo dobrado

que não se sustém.

 

Recolhe a esmola

que sem vintém

ninguém se consola

e esta revolta

já não se detém.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:54

Margarida

por Sofia Loureiro dos Santos, em 21.03.21

Schiele_-_Welke_Sonnenblume.jpg

Egon Schiele

 

Margarida consolada

Pelo sol da Primavera

Foi da nuvem deserdada

Tanto verde desespera

 

Margarida veste branco

Rasga a pele devagar

Que a memória é solavanco

Da fogueira a esfriar

 

Margarida gasta as mãos

Em tantos corpos de vento

Decepadas por irmãos

Sem espadas com talento

 

Margarida cava o mundo

Com arados de esperança

Arrepende-se num segundo

Que uma flor também se cansa

 

Margarida já não chora

Pela vida que enlutou

Fecha o sol e vai embora

Que esta terra já secou

 

Margarida não se sente

Tem a alma ressequida

Dispersou-se em semente

Pode ser que volte à vida

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:42

Geometrias

por Sofia Loureiro dos Santos, em 05.03.21

Marisol_Escobar_The_Party_Bagtazo_Periodical.jfif

Marisol Escobar

 

Nunca aceitei geometrias de comportamentos simétricos

adequados a género e idade pés em bico empoleirados

pernas pesadas a espreitar pelas saias

casacos assertoados decotes a condizer

cabelos disciplinados lábios de rosas

anéis pulseiras colares arrebiques de senhora

que se acomoda nas vestes do seu destino.

Mas sobretudo nunca entendi o calar dos sentidos

dos desejos dos impulsos da vontade de abraços beijos

de gostar de quem se gosta muito ou tudo

sem cuidar dos outros das conveniências das inusitadas

e estranhas regras da sociedade.

Talvez porque o estado de adulto ainda não fez caminho

que chegue lá onde estão as memórias

e a imperiosa necessidade de amar e ser amada.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:50

Nada de novo

por Sofia Loureiro dos Santos, em 20.02.21

Eleanor_Rigby.jpg

Tommy Steele

 

Tal como alguém me disse não há nada de novo

para além do que temos nada de belo nem obscuro

para além dos dedos que desenham a vida

concreta quotidiana lisa cinzenta.

O que me entristece é que trancaram até as rosas

que nunca semeei que espalharam pelo campo

o rumor da desistência que transformaram em nuvens

o grito estridente da solidão.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:58

Resistir

por Sofia Loureiro dos Santos, em 30.01.21

Nestes tempos sem abraços

Colhemos os passos

No som da memória

Nestes tempos sem história

Sorvemos instantes

Nos olhos distantes

 

Insistimos

Resistimos

Não desistimos

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:20

Corridinho pandémico

por Sofia Loureiro dos Santos, em 12.01.21

Corridinho_Baile_Mandado_Algarve.jpg

Mário Costa

 

Vá de roda vai de roda

Vai de roda sem fartar

Já se foi e vem de volta

Vamos lá a confinar

Uma volta pra um lado

Fecha a porta por favor

A saltar pro outro lado

À janela sem andor

 

É preciso arejar

Com Inverno que frescor

Canta e dança mas sem par

Ser viral é um horror

Ora volta prá direita

Vamos lá todos votar

Ora torce bem à esquerda

Nesta estrada circular

 

Ora volta para cima

No carrocel da desgraça

Ora roda lá pra baixo

Abana bem a carcaça

Vá de roda vai de roda

Leva o vírus ao tapete

Vai na volta desta roda

Que a vida não se repete

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:41

Rosas

por Sofia Loureiro dos Santos, em 27.12.20

roses paul cezanne.PNG

Paul Cézanne

 

Amo as rosas que nunca tive

os vasos quebrados as esquinas das portas

os tapetes que desbotam no sobrado.

 

Amo as vidraças enevoadas

as pequenas gotas de tristeza

que se acumulam nos dedos frios

as cortinas dependuradas a usura das folhas

os olhos cansados de tanto desejarem.

 

Amo as rosas que nunca tive

todos aqueles abraços que não guardei

e que esperam no fundo dos casacos

a oportunidade de secarem.

 

Talvez assim me seja revelada a vida

que queria e me neguei

por tantos objectos adorados

que se quebraram mal lhes toquei

frágeis cansados desistentes

numa poeira fina que anuncia

uma efémera e ilusória eternidade.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:25


Mais sobre mim

foto do autor



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Posts mais comentados



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2005
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D

Maria Sofia Magalhães

prosas biblicas 1.jpg

À venda na livraria Ler Devagar



caminho dos ossos.jpg

 

ciclo da pedra.jpg

 À venda na Edita-me e na Wook

 

da sombra que somos.jpg

À venda na Derva Editores e na Wook

 

a luz que se esconde.jpg