Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Listas

por Sofia Loureiro dos Santos, em 02.10.22

Antony Gormley.jpg

Antony Gormley

 

Às vezes penso em listas de coisas

formas de alinhar os dedos as ruas

as paredes. Às vezes penso nas listas

que constantemente nos governam.

Tantas linhas cruzadas vozes indistintas

silêncios indignados ou apenas resignados.

Pedem-nos fé no que não entendem

fé para desdizer a realidade alternativa

entre os olhos fechados e os olhos toldados.

Listas e listas de novos pecados censurados

palavras proibidas palavras decepadas

cada vez mais listas obrigadas à mesma direcção.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:09

De cabeça para baixo

por Sofia Loureiro dos Santos, em 27.08.22

Device_to_Root_out_Evil.jpg

Device to Root out Evil

Dennis Oppenheim

 

De cabeça para baixo

A troco de mãos e pés

Para ver se assim encaixo

Neste mundo de viés

 

Pirueta criativa

E sorriso afunilado

Uma careta festiva

De um espírito enrugado

 

Salto um passo diminuto

De uma ponte entre dois nós

Infinito absoluto

Do silêncio que há na voz

 

E nos dedos que nasceram

Para dedilhar o destino

Estão os medos que acenderam

Este grito clandestino

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:14

A teu pedido

por Sofia Loureiro dos Santos, em 06.08.22

birds japanese painting.jpg

Tawaraya Sōtatsu

 

A teu pedido saí pela estrada vazia

medindo o compasso da respiração

a frequência do voo dos pássaros

apreciando a textura dos grãos de areia.

Ninguém me guia nem me segue

nenhum corpo de homem ou mulher

estende a invisível rede que compõe

a humanidade.

 

Só eu na estrada e o silêncio alado

dos pássaros que riscam o céu

de cumplicidade.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:14

Ipse Coniungat Vos

por Sofia Loureiro dos Santos, em 18.07.22

salvador dali casamento.png

Salvador Dalí

 

Seremos as pregadeiras

Do mundo que nos calhar

Como pedras parideiras

Devotos mas sem altar

 

Serão os dias de flor

Sem cantos nem oração

Bálsamo que acalma a dor

Das feridas da paixão

 

E os abismos da tormenta

Que arrefecem madrugadas

Com salpicos de água benta

Serão asas prateadas

 

Seremos de terra e bruma

Anéis de vento e de mar

Nas vagas de amor e espuma

Sem medo de navegar

 

[17/Julho/2022]

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:35

Esta ansiedade palpável

por Sofia Loureiro dos Santos, em 16.07.22

a bundle of nerves.jpg

A Bundle of Nerves Sculpture

Alan Resnick

 

Esta ansiedade palpável

Com que me deito e levanto

Numa correria instável

Com que atraso e adianto

 

Os segundos sem ponteiros

De um tempo reversível

Os relógios desordeiros

De uma calma impossível

 

Esta fase treme e louca

De noitadas em vigília

Vira noites sem boca

E faz ranger a mobília

 

Vem a manhã corrompida

De cansaço inundada

Lembrar ao corpo que a vida

Acorda de madrugada

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:17

Neste manto liquefeito

por Sofia Loureiro dos Santos, em 13.07.22

salvador dali.png

Salvador Dalí

 

Neste manto liquefeito

De névoa quente e cinzenta

Procuro o ar rarefeito

Em que a vida se fragmenta

 

No pó parado e suspenso

De um sono intermitente

Um vago ardor de incenso

Um langor inconsciente

 

Calo o Bach e a flauta

A luz o olho o mundo

Na melodia sem pauta

Apago-me num segundo

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:58

Serena

por Sofia Loureiro dos Santos, em 03.07.22

tal golan.jpg

Tal Golan

 

No dia em que perder este cansaço

em que a angústia e a solidão

não forem mais que um barco afundado

poderei enfim desatar os soluços

e a terra onde me afundar será mais serena.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:48

Santo António de Lisboa

por Sofia Loureiro dos Santos, em 13.06.22

santo antonio de lisboa.jpg

Teresinha Sousa

 

Santo António de Lisboa

Vem cá ver o que isto é

Comer sardinha com broa

Beber vinho e água-pé

 

Não há febra nem sangria

Que nos cure a tradição

De lamentar a alegria

E louvar a maldição

 

Dar vivas ao vento agreste

Cantar como quem aguenta

Implorar ao pai celeste

Aprumo nesta tormenta

 

Somos bravos pacifistas

E guerreiros de um só dia

Solitários saudosistas

Bêbados de poesia

 

Oh meu querido santinho

Quero que sejas meu par

Ampara-me no caminho

Que ainda me falta andar

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:40

Discursos

por Sofia Loureiro dos Santos, em 11.06.22

speech bubble.jpg

Peech Bubble XII

Jürgen Drescher

 

Discursam discursos

Orelhas de abano

Cornetas de guerra

Orelhas de terra

Não saem da boca

Os dados quadrados

Movem-se na boca

Os sons desbotados

 

Discursos discursam

O povo envelhece

Palavra a palavra

O povo empobrece

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:07

Nesta carta que te escrevo

por Sofia Loureiro dos Santos, em 07.06.22

letters.PNG

Ivan Djidjev

 

Nesta carta que te escrevo

Com tantas letras de espanto

Abro os dedos com enlevo

Como os versos que te canto

 

Mas a voz que me emudece

Numa angústia esculpida

Confiança que estremece

Como folha ressequida

 

Não aprende a esvoaçar

Enfrentando a ventania

Que pressinto nesse olhar

Que desfaz a poesia

 

Recolho então de mansinho

E dissolvo-me no ar

Das palavras faço um ninho

No vazio que é amar

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:45


Mais sobre mim

foto do autor



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Posts mais comentados



Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2010
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2009
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2008
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2007
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2006
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2005
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D

Maria Sofia Magalhães

prosas biblicas 1.jpg

À venda na livraria Ler Devagar



caminho dos ossos.jpg

 

ciclo da pedra.jpg

 À venda na Edita-me e na Wook

 

da sombra que somos.jpg

À venda na Derva Editores e na Wook

 

a luz que se esconde.jpg