Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Defender o Quadrado

Nesta casa serve-se tudo a quente. As cadeiras são de pau e têm as costas direitas. Há sempre pão a cozer e o conforto da desarrumação. A porta está sempre aberta... mas fecha-se rapidamente aos vermes que infestam alguns cantos do quadrado. Sejam

Ruídos

agora3ok.jpg

Magdalena Abakanowicz

 

 

O ruído ensurdecedor da vida que baralha

a luz as cores a vibração do mundo.

Para onde foram as arrumações que o destino

organiza fora dos olhos que me habituei a usar?

 

Já não encontro as coordenadas do meu corpo

perdi-me nos labirintos da mansidão

na penumbra que me envolve e sustenta

não mais que uma sombra que se ausenta.