Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Defender o Quadrado

Nesta casa serve-se tudo a quente. As cadeiras são de pau e têm as costas direitas. Há sempre pão a cozer e o conforto da desarrumação. A porta está sempre aberta... mas fecha-se rapidamente aos vermes que infestam alguns cantos do quadrado. Sejam

Quadras de Natal (5)

dali navidad.jpg

Salvador Dali -1960

 

Viro o Natal do avesso

examino-lhe as costuras

corto estrelas em excesso

aconchego nas suturas.

 

Fui ao mato buscar lenha

para acender a lareira

sem amor que me sustenha

arde a alma na fogueira.

 

Abri a porta da casa

ao Menino que nasceu

há um mundo que extravasa

a tristeza que há no meu.

 

Parti o pão que me deste

bebi da água e do vinho

meu Menino que nasceste

rodeado de azevinho.

 

Viro o Natal do direito

e penteio-lhe a nervura

verde lindo e sem defeito

polvilhado de ternura.