Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Defender o Quadrado

Nesta casa serve-se tudo a quente. As cadeiras são de pau e têm as costas direitas. Há sempre pão a cozer e o conforto da desarrumação. A porta está sempre aberta... mas fecha-se rapidamente aos vermes que infestam alguns cantos do quadrado. Sejam

Primárias no PS

 

Participar nas eleições primárias do PS, para quem se revê nos princípios e valores da democracia solidária, é indispensável para uma clarificação e uma renovação deste partido e do sistema partidário em Portugal.

 

Enquanto assistimos a três anos de propaganda ideológica que convenceu muita gente que a saúde, a educação, a segurança social, a protecção dos mais velhos e dos mais desfavorecidos é um delírio de uma esquerda velha e ultrapassada, pois a verdade é protagonizada pelos mercados e pelo lucro, sendo o aumento da pobreza e da desigualdade social uma realidade inelutável e quase divina, o ambiente político foi-se deteriorando, com a anulação e autofagia do Presidente da República e dos partidos da oposição, sendo o PS o expoente máximo desta degradação. Após o resultado das últimas eleições autárquicas, que confirmaram  a falta de liderança e o descrédito de António José Seguro, tarda a definição urgente de uma alternativa carismática a este Secretário-Geral.

 

Seja para votar em António Costa seja para votar em António José Seguro, é muito importante que a tão falada sociedade civil se empenhe na democracia – escolhendo e votando. Não são as manifestações que demitem governos. São os votos livres, anónimos e conscientes que dão legitimidade ao poder representativo. Não nos demitamos das nossas responsabilidades.

 

A inscrição para as directas já pode ser feita online. Vamos a isso.

1 comentário

Comentar artigo