Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Defender o Quadrado

Nesta casa serve-se tudo a quente. As cadeiras são de pau e têm as costas direitas. Há sempre pão a cozer e o conforto da desarrumação. A porta está sempre aberta... mas fecha-se rapidamente aos vermes que infestam alguns cantos do quadrado. Sejam

Papagaio de papel

 

Ter alguém que me indique o norte, que me mostre a estrela polar e a ursa maior, num céu negro e de tal maneira estrelado que nos faz desequilibrar, ter alguém que nos indica que a cor tinta de um rio se deve à cor do cobre que o solo detém, ter alguém que a propósito da sericaia que se come ao jantar nos ensina que uma das batalhas da restauração foi a do Ameixial, ter alguém que escolhe um vinho de Baleizão - Paço do Conde - e que discorre sobre Catarina Eufémia e a religiosidade associada à sua figura, é algo de raro e de maravilhoso que não me canso de agradecer... e amar.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.