Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



O misterioso caso dos beeps televisivos

2. Aparecem (e desaparecem) os beeps

por Sofia Loureiro dos Santos, em 24.07.20

misterioso caso.jpg

Qual não é o nosso espanto quando, uns dias depois deste rearrumar de equipamentos audiovisuais e após assistirmos a um filme através do computador, ligado à TV através do cabo HDMI, fomos incomodados pela noite dentro por uns beeps estranhíssimos, sem ritmo nem ciclo reconhecíveis que me pareceram notificações de telemóveis, depois alguma coisa vinda do computador, depois da televisão. Estremunhados pesquisámos as possíveis causas de tão estranhas e audíveis notificações de coisa nenhuma, desligámos tudo o que tínhamos ligado, inclusivamente o rádio despertador, numa tentativa de regressar ao sono.

No dia seguinte os beeps continuaram, mais espaçados. A sua proveniência parecia ser a televisão. Fui procurar na internet se havia descritos problemas nas TVs Samsung, nomeadamente beeps inusitados, e encontrei! Na internet encontra-se de tudo, nomeadamente explicações para os mais inacreditáveis problemas. Pelos vistos há televisões que, sem mais nem para quê, fazem ruídos, que desaparecem tão subitamente como aparecem e que não têm explicação científica comprovada. Calor, cabos, interferências, hipóteses mais ou menos mágicas mas nada que se entenda ou reproduza. Bem, pelo menos já havia alguém que tinha sofrido dos mesmos beeps.

E de facto, tão misteriosamente como apareceram, os beeps deixaram de nos acordar por algum tempo, até que regressaram. Habituámo-nos, como nos habituamos a tudo, partilhando este mistério com o pessoal mais novo e mais habilitado a lidar com as espantosas tecnologias digitais, nada tendo sido adiantado nem resolvido.

A miscelânea de detectives privados que há em mim, mais ou menos formais, de várias localizações geográficas, de Miss Marple a Eneias Trindade, passando por Jaime Ramos, Hercule Poirot, Commissaire Maigret, Perry Mason e Mma Ramotswe (para além de todos os outros de que me não recordo mas que enformam a minha curiosidade e necessidade de compreender o incompreensível), não estava nada satisfeita por este falhanço incomensurável em descobrir a causa destes aflitivos e irritantes beeps.

...............................................................................................................................................................................

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:16


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2010
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2009
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2008
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2007
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2006
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2005
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D

Maria Sofia Magalhães

prosas biblicas 1.jpg

À venda na livraria Ler Devagar



caminho dos ossos.jpg

 

ciclo da pedra.jpg

 À venda na Edita-me e na Wook

 

da sombra que somos.jpg

À venda na Derva Editores e na Wook

 

a luz que se esconde.jpg