Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Geringoncemos

por Sofia Loureiro dos Santos, em 31.12.16

2017.png

 

 

Em vez de segundos, minutos, horas, dias e anos, poderíamos medir o tempo em quantidade e qualidade de momentos de felicidade, nossa e dos demais.

 

A educação judaico-cristã que tive ensinou-me que a verdadeira felicidade é aquela que podemos oferecer ao próximo. O trabalho e a abnegação em prol do outro, tanto quanto possível em silêncio e no anonimato, o esforço para que o outro seja feliz, mesmo que à custa do nosso apagamento ou infelicidade. A sociedade de hoje exalta os valores diametralmente opostos, colocando no centro do mundo e da vida o eu, a satisfação das necessidades próprias, do prazer e da alegria, mesmo que a expensas dos outros.

 

Como sempre, deveríamos conseguir a sageza da moderação, nuns e noutros modos de vida, buscando o equilíbrio entre os dois tipos de vivências próprias e dos outros. No entanto tendo a valorizar mais quem se preocupa primeiro com os outros que consigo próprio e penalizo-me por não conseguir seguir este modelo. Penso muitas vezes nisto e na facilidade com que o nosso ego, sempre enorme, inchado e arrasador, acaba por esmagar e fazer definhar os dos outros.

 

Para 2017 tenho muitos desejos, para aqueles de quem muito gosto, e também para mim, parcos, secretos e egoístas, mas que me dariam uma enorme satisfação. Espero que o nosso País possa continuar a maravilhar-se com o geringonçar desta Geringonça, uma permanente surpresa de negociação, equilíbrio e democracia. Espero ainda mais que se não concretizem os piores prognósticos em relação à saúde da nossa Europa, com as vitórias populistas, de direita ou de esquerda, e a cegueira continuada dos líderes europeus, que não vêm nada nem entendem nada, culpando os cidadãos das escolhas que não tentam perceber nem prevenir.

 

Espero que 2017 seja melhor do que aquilo que, intimamente, tememos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 15:32


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2010
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2009
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2008
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2007
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2006
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2005
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D

Maria Sofia Magalhães

prosas biblicas 1.jpg

À venda na livraria Ler Devagar



caminho dos ossos.jpg

 

ciclo da pedra.jpg

 À venda na Edita-me e na Wook

 

da sombra que somos.jpg

À venda na Derva Editores e na Wook

 

a luz que se esconde.jpg