Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Defender o Quadrado

Nesta casa serve-se tudo a quente. As cadeiras são de pau e têm as costas direitas. Há sempre pão a cozer e o conforto da desarrumação. A porta está sempre aberta... mas fecha-se rapidamente aos vermes que infestam alguns cantos do quadrado. Sejam

Espelho meu espelho meu - há alguém mais desgrenhado do que eu?

mafalda desgrenhada.jpg

 

Fecho a porta nego o vírus

escondo-me com afinco

sabe lá se estou ou não

faço de morta e minto

 

Penteio-me a preceito

com pente escova e desvelo

palha d’aço esbranquiçada

arremedo de cabelo.

 

Da sua cor não me lembro

se bordeaux se acastanhado

a última vez que o vi

era louro envergonhado.

 

Agora tem listas brancas

e amarelas desbotadas

cabelo crespo e singelo

de pontas arrepiadas.

 

Quando pudermos sair

desta toca de coelho

o melhor é nem olharmos

para o pobre do espelho!