Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Defender o Quadrado

Nesta casa serve-se tudo a quente. As cadeiras são de pau e têm as costas direitas. Há sempre pão a cozer e o conforto da desarrumação. A porta está sempre aberta... mas fecha-se rapidamente aos vermes que infestam alguns cantos do quadrado. Sejam

Dos que morreram pelos cravos

Guerra colonial: 1961 - 1974 (13 anos)

  • cerca de 10% da população portuguesa e mais de 90% dos mancebos foi envolvida na guerra;
  • terão morrido 8.831 militares portugueses, 4.027 em combate
  • embora de difícil contabilização, mais de 140 mil portugueses terão sido afectados psicologicamente

 

Mãe, a guerra

O capitão que quase enganou a tristeza

 

Manuel Alegre & Adriano Correia de Oliveira

 

 

Já lá vai Pedro Soldado

Num barco da nossa armada

E leva um nome bordado

Num saco cheio de nada

Triste vai Pedro Soldado

 

Branda rola não faz ninho

Nas agulhas do pinheiro

Não é Pedro Marinheiro

Nem no mar é seu caminho

 

Nem anda a branca gaivota

Pescando peixes em terra

Nem é de Pedro essa rota

Dos barcos que vão à guerra

 

Onde não anda ceifando

Já o campo se faz verde

E em cada hora se perde

Cada hora que demora

Pedro no mar navegando

 

Não é Pedro pescador

Nem no mar vindimador

Nem soldado vindimando

Verde vinha vindimada

Triste vai Pedro Soldado

 

Já lá vai Pedro Soldado

Num barco da nossa armada

Deixa um nome bordado

E era Pedro Soldado

 

Branda rola não faz ninho

Nas agulhas do pinheiro

Não é Pedro Marinheiro

Nem no mar é seu caminho

 

Deixa um nome bordado

E era Pedro Soldado

E era Pedro Soldado