Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Defender o Quadrado

Nesta casa serve-se tudo a quente. As cadeiras são de pau e têm as costas direitas. Há sempre pão a cozer e o conforto da desarrumação. A porta está sempre aberta... mas fecha-se rapidamente aos vermes que infestam alguns cantos do quadrado. Sejam

Do desnorte governativo

Esta maioria que nos governa está de cabeça perdida. Não só ficou atarantada com o documento do PS como, para desviar as atenções e contra-atacar, resolveu desavergonhadamente usar os serviços do Estado numa tentativa atabalhoada de lançar a confusão. Desgraçadamente apenas de confundiu a ela própria, dando um protagonismo de Programa de Governo/ Orçamento de Estado ao referido documento, colocando-se na posição da oposição (à oposição) e aceitando, tacitamente, que o PS assumirá o poder.

 

A seguir vem mais uma apressada comunicação importante - a formalização da coligação PSD/CDS para as próximas legislativas (por coincidência a 25 de Abril).

 

Mas estão com azar. Finalmente o PS está a acordar e a marcar a agenda política. Não com disparates ou grandes e eloquentes frases vazias, mas com propriedade, seriedade e sentido de humor. Já está disponível a resposta às 29 perguntas da oposição. Venham mais perguntas, mais esclarecimentos. Agora já não é possível abrandar.

 

É essencial que o PS se reafirme como a única alternativa à direita, se demarque dos atropelos ao Estado de Direito nunca cedendo no que diz respeito aos direitos, liberdades e garantias dos cidadãos, seja firme na defesa do SNS, da Segurança Social e da Educação. É essencial que o poder seja utilizado para servir os cidadãos.

1 comentário

Comentar artigo