Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Das INverdades

Desinformação e manipulação

por Sofia Loureiro dos Santos, em 23.01.21

Tenho visto, em notícias de rodapé nos noticiários televisivos, que Portugal tem o maior número do mundo em óbitos e número de caso por COVID-19. Nunca aparece a informação relativa à ou às fontes que usam para tão alarmantes e assustadoras notícias.

Fui procurar fontes internacionais:

  • Dados do Jonh Hopkins:

letalidade john hopkins 23_01_2021.png

Letalidade - Portugal - 1,6%

moratlidade 1m john hopkins 23_10_2021.png

Óbitos por milhão de habitantes - Portugal - 9648

 

  • Dados do Worldometer: ranking de Portugal no Mundo e na Europa em relação ao número de óbitos por milhão de habitantes (em 27º e 20º lugares, respectivamente) e ao número de casos por milhão de habitantes (16º e 10º lugares, respectivamente).

ranking covid worldometer 23_01_2021.png

Qual o objectivo de mentir tão descaradamente?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:11


5 comentários

Sem imagem de perfil

De Elvimonte a 23.01.2021 às 17:44

As minhas felicitações pelo facto de se interrogar e de procurar esclarecimento em fontes insuspeitas.

Algo que não se encontra ao alcance da esmagadora maioria dos portugueses e da população em geral, tal o condicionamento pavloviano a que têm sido sujeitos e que teve como consequência ficarem desprovidos de raciocínio crítico.

Muito por via do medo que diariamente é inculcado pela indústria noticiosa, propriedade de grupos económicos maioritariamente, numa aparente campanha de propaganda que tem favorecido os mais ricos - é ver o incremento das fortunas de Bezos, Gates e outros - e o complexo farmacêutico, nomeadamente os fabricantes de testes, anti-virais e vacinas, esses negócio superlativo.

Para além destes, também os que pretendem adquirir os activos dos insolventes ao preço da uva mijona e os investidores em dívidas soberanas parecem-me ser os mais favorecidos em todo este processo que configura uma autêntica operação de transferência de riqueza (ah, a estratégia...) - a última operação de larga escala deste tipo ocorreu em 2007/2008, quando nos diziam que o preço do barril de petróleo ia chegar ao céu, sendo que tudo era fruto da pressão de compra chinesa para obviar ao encerramento de cerca de 40 centrais termo-elécticas a carvão em redor de Pequim aquando da realização dos jogos olímpicos de 2008, algo sempre omitido pela indústria noticiosa e que gerou lucros fabulosos aos insiders, na subida e na descida.


Sem imagem de perfil

De Anónimo a 23.01.2021 às 23:35

Quando se diz que Portugal têm dos maiores número de casos ou mortes, refere-se que são os dados em tempo real, dados diários ou médias semanais. Claro que, se formos consultar os dados de todo o período de pandemia (que são fontes deste artigo) estamos longe de sermos os piores.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 24.01.2021 às 09:16

Mesmo assim, continua a não ser verdade. Por exemplo, ontem morreram menos de 300 em Portugal. Morreram mais de 300 em França, quase 500 em Itália, mais de 500 na Alemanha e mais de 1000 no reino-unido. E isto sem sair da Europa.
E se olharmos outras datas, confirma-se a mesma coisa
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 23.01.2021 às 23:40

https://ourworldindata.org/coronavirus-data-explorer?tab=table&zoomToSelection=true&country=~OWID_WRL®ion=World&casesMetric=true&interval=smoothed&perCapita=true&smoothing=7&pickerMetric=new_deaths_per_million&pickerSort=desc
Imagem de perfil

De concha a 30.01.2021 às 21:40

Porque isto são dados desde o início da pandemia e o que tem sido referido na comunicação social são dados referentes a uma semana - a ultima

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2005
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D

Maria Sofia Magalhães

prosas biblicas 1.jpg

À venda na livraria Ler Devagar



caminho dos ossos.jpg

 

ciclo da pedra.jpg

 À venda na Edita-me e na Wook

 

da sombra que somos.jpg

À venda na Derva Editores e na Wook

 

a luz que se esconde.jpg