Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Campos de papoilas

de Apt a Orange

por Sofia Loureiro dos Santos, em 15.05.23

Pois descansada não foi muito, a noite. Eu, que sou resistente a tudo e já viajei inúmeras vezes para diversos sítios (dentro da Europa, bem entendido), fui acometida do mal do viajante*.

Partimos em direcção a Orange, ou a Cidade dos Príncipes. Mais umas subidas e descidas, mas passando por paisagens deliciosas, como os campos de papoilas, com lavanda nas bordas da estrada.

20230512_100018.jpg

O nosso objectivo era visitar o Teatro antigo de Orange, que está excepcionalmente bem conservado e ainda hoje é um local onde se apreciam peças de teatro.

Este Teatro foi construído no séc. I aC, no reinado de Augusto, filho adoptivo de Júlio César, seu tio-avô materno. Tinha capacidade para cerca de 10.000 espectadores. O muro estava decorado com estátuas e colunas de mármore, e tinha entradas por onde os actores apareciam. A sua altura e arquitectura contribuíam para a optimização da acústica.

20230511_122929.jpg

Havia o local para a orquestra, onde se colocava o coro, sendo as bancadas divididas em 3 áreas distintas para que os diversos grupos de pessoas não se misturassem. O Vomitorium era um local atrás das bancadas, onde se confraternizava com bebidas e comidas.

Foi um árduo trabalho obrigar-me a subir aquelas bancadas, com a altura que tinham (embora não tenha chegado lá mesmo acima). Mas lá fui conseguindo, apoiada ao desgraçado paciente que me acompanhava, tentando não ter ataques de pânico.

orange.jpg

Mas, de facto, valeu a pena.

Já não valeu a pena o Museu de Arte e História de Orange. Podemos ter tido azar e muitas das peças não estarem disponíveis.

A tarde foi reservada à Pré-história.

*Para quem quiser viajar pelas terras de França, fique a saber que os hipermercados não são obrigados a ter casas de banho públicas. E que o Imodiumlingual é um medicamento vivamente sugerido para levar na mala.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 15:29



Mais sobre mim

foto do autor



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2011
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2010
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2009
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2008
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2007
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D
  235. 2006
  236. J
  237. F
  238. M
  239. A
  240. M
  241. J
  242. J
  243. A
  244. S
  245. O
  246. N
  247. D
  248. 2005
  249. J
  250. F
  251. M
  252. A
  253. M
  254. J
  255. J
  256. A
  257. S
  258. O
  259. N
  260. D

Maria Sofia Magalhães

prosas biblicas 1.jpg

À venda na livraria Ler Devagar



caminho dos ossos.jpg

 

ciclo da pedra.jpg

 À venda na Edita-me e na Wook

 

da sombra que somos.jpg

À venda na Derva Editores e na Wook

 

a luz que se esconde.jpg