Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



A urgente substituição dos protagonistas

por Sofia Loureiro dos Santos, em 14.08.19

Enquanto os porta-vozes desta luta sindical não forem trocados por pessoas que prezem o significado da palavra negociar, continuaremos a assistir ao completo atropelo do razoável e a um desafio ao Estado de Direito, perpetrado pelo advogado Kamikaze, que nunca foi motorista profissional mas é vice-presidente de um sindicato de motoristas, e do advogado que exige muito e demais, dirigindo-se ao governo como quem se dirige a um soldado.

 

O governo não pode substituir-se às partes em desacordo, pois são privadas, mas pode e deve manter o país a funcionar e usar o poder democrático de um Estado de Direito para impedir que uma franja, por muito importante que seja, possa levar o País aos limites a que o está a levar. E é o que tem estado a fazer. Convinha que se unissem os esforços dos ministros e das pessoas com um mínimo de bom senso, tanto da ANTRAM como do SNMMP, para que acabe esta escalada que só pode ter mau resultado, para todos. Até porque as vozes a favor de alterações à lei da greve, vindas da direita, fazem o seu caminho.

 

Afastem-se os dois advogados e recomecem as negociações, que isto já está a ultrapassar os limites do que é tolerável.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:57


3 comentários

Sem imagem de perfil

De Manuel da Rocha a 14.08.2019 às 16:18

O Pardal Henriques é vice-presidente, porta-voz, assessor jurídico e consultor financeiro de 9 sindicatos criados há menos de 6 meses. Segundo corre, já registaram mais 7 esta semana, em que o Pardal é o director jurídico para a nova "confederação sindical independente de condutores de pesados". Daí que estão contra as negociações, porque é graças isso que pode vir a ser eleito deputado, assim como os amigos, como Sebastião Bugalho, dirigente do SIMM, no distrito de Leiria... um jovem jornalista, que já é candidato oficial ás legislativas, de Outubro.
Imagem de perfil

De Sofia Loureiro dos Santos a 14.08.2019 às 21:24

Também não sei se Francisco São Bento, Presidente do SNMMP, é o mesmo da empresa Transportes Francisco São Bento, Lda., de Alverca do Ribatejo.
Tudo isto é bastante estranho.
Imagem de perfil

De Sofia Loureiro dos Santos a 17.08.2019 às 23:53

Parece que isto é mentira.
Desculpe-me a quem induzi em erro e, principalmente ao Francisco São Bento.
"(...) Há pouca informação disponível sobre Francisco São Bento. Numa pesquisa pela internet, salta à vista uma empresa registada com o nome “Transportes Francisco São Bento, Lda.”, com sede em Vila Franca de Xira. Mas o sindicalista garante que é só coincidência (“há muitas pessoas com o mesmo nome e apelido que eu”) e que a companhia não é sua (“só tive um bar”, avança). (...)"
https://observador.pt/especiais/o-timido-lider-do-sindicato-dos-motoristas-que-ja-foi-cantor-e-esta-a-sair-da-sombra-de-pardal-henriques/

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2005
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D

Maria Sofia Magalhães

prosas biblicas 1.jpg

À venda na livraria Ler Devagar



caminho dos ossos.jpg

 

ciclo da pedra.jpg

 À venda na Edita-me e na Wook

 

da sombra que somos.jpg

À venda na Derva Editores e na Wook

 

a luz que se esconde.jpg