Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Defender o Quadrado

Nesta casa serve-se tudo a quente. As cadeiras são de pau e têm as costas direitas. Há sempre pão a cozer e o conforto da desarrumação. A porta está sempre aberta... mas fecha-se rapidamente aos vermes que infestam alguns cantos do quadrado. Sejam

A música fica-nos tão bem

Um dia solar e frio, um começo de ano que será continuidade, a música.

 

Já há uns anos reflecti sobre a hipótese de se inovar os Concertos de Ano Novo do CCB. Nada tenho contra valsas e polkas, muito menos contra os vários Strauss, mas parece-me que os temas poderiam mudar. Com tanta e tão maravilhosa música que há, de autores e compositores portugueses e não só, era mais divertido se os concertos fossem diferentes todos os anos. Imagino até que ada maestro poderia divulgar o programa só in loco, para que a surpresa fosse completa.

 

Bem sei que é difícil mudar e alterar hábitos, mas acho que seria um luxo.

 

Este ano, apesar de pouca, houve alguma diferença, pois o maestro é mais delicado e introduziu valsas de Dmítri Shostakóvitch, que adoro. Foi um excelente começo de ano, que se adivinha difícil, trabalhoso e imprevisível.

 

Concerto de Ano Novo (CCB)

Orquestra Metropolitana de Lisboa

Evgeny Bushkov.jpg

direcção musical de Evgeny Bushkov

 

J. Strauss II Nova Polca Pizzicato, do 3.º ato da Opereta Princesa Ninette

D. Schostakovich Pizzicato Allegretto da suite do bailado A Ribeira Brilhante, op. 39a

D. Schostakovich Valsa do filme Michurin, op. 78

D. Schostakovich Valsa do filme Pirogov, op. 76

 

Bom 2019!

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.