Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Defender o Quadrado

Nesta casa serve-se tudo a quente. As cadeiras são de pau e têm as costas direitas. Há sempre pão a cozer e o conforto da desarrumação. A porta está sempre aberta... mas fecha-se rapidamente aos vermes que infestam alguns cantos do quadrado. Sejam

Dos vários tipos de oração

 

Bansky

 

 

Repetir sempre que os ombros se curvam

 

Tem que haver um outro país, uma outra gente. Tem que haver uma outra Europa, um outro mundo.

Não é verdade a tristeza e a desesperança. Não é verdade a pobreza e a insegurança.

Tem que haver um outro sonho, uma outra certeza.

Sabemos que é possível, sabemos que o ruído dos fatos surdos, os gestos e os sorrisos mudos de quem coordena marionetas, podem mudar. 

Sabemos que tudo muda. Basta juntar os sinos e repicar. Basta juntar as mãos e resistir. Basta abrir a estrada e caminhar. 

Tem que haver um outro viver – vamos lutar.