Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Da indispensabilidade do voto

por Sofia Loureiro dos Santos, em 18.09.13

 

 

 

A nomeação de Maria Luís Albuquerque para Ministra de Estado e das Finanças foi mais um dos colossais erros de Passos Coelho. É difícil perceber tanta falta de sentido político, ou de incompetência. A oposição não existe mas o governo está sempre em perigo de implodir, pelas incríveis opções que vai tomando, isto independentemente das políticas que defende e implementa.

 

Maria Luís Albuquerque tem cada vez menos condições para continuar no cargo. É um massacre diário e ninguém aceita as suas justificações, que são imediatamente desmentidas por outras declarações e por documentos escritos.

 

A apatia e o descrédito que se avolumam entre os cidadãos, fazem perigar a noção do que é viver em democracia. As próximas eleições autárquicas serão um teste à nossa resistência, à nossa vontade de ser livres, à nossa revolta silenciosa.

 

O voto é a nossa melhor e mais potente arma. Não são as redes sociais, os jornais, as televisões, as viagens de táxi, as conversas ao café, na praça ou nos supermercados, não são as homilias de Marcelo Rebelo de Sousa, José Sócrates ou Marques Mendes, as piedosas prédicas de António José Seguro, a permanente má disposição dos líderes do BE, passado e actuais, ou a litania de Jerónimo de Sousa, por muito importantes que sejam.

 

Somos nós, com o nosso voto, que temos o poder. Apenas temos que o assumir. É verdade que não sabemos em quem votar, não ouvimos ideias que nos animem, não vislumbramos alternativas. Mas elas existem sempre, nem que seja na afirmação da vontade de contribuir, de participar, de mostrar que não desistimos de viver democraticamente, por muito difícil e imperfeito que seja o sistema.

 

É preciso votar.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:01


2 comentários

Sem imagem de perfil

De ACÁCIO LIMA a 18.09.2013 às 12:12

Mais uma vez este post é extremamente oportuno e faculta, com os adequados links, uma informação ampla.

Gostei das "rotulagens" das "homilias", "sermões", e " piedosas predicas".

Faltou a banalidade, com tique a "atraso mental" do PR Cavaco Silva, um conivente com a presença de Maria Luís Albuquerque no Governo.

Não esquecer indagar ou confirmar o local do exercício do voto. No portal da Administração Interna, na Junta de Freguesia ou por SMS.

O MAI enviou uma carta personalizada indicando o modo de de ser informado.

Boa Tarde.

CORDIAIS, AMISTOSAS E AFÁVEIS SAUDAÇÕES

ACÁCIO LIMA


Sem imagem de perfil

De mar aravel a 19.09.2013 às 19:38

Contra a indiferença

votar

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2005
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D

Maria Sofia Magalhães

prosas biblicas 1.jpg

À venda na livraria Ler Devagar



caminho dos ossos.jpg

 

ciclo da pedra.jpg

 À venda na Edita-me e na Wook

 

da sombra que somos.jpg

À venda na Derva Editores e na Wook

 

a luz que se esconde.jpg