Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Defender o Quadrado

Nesta casa serve-se tudo a quente. As cadeiras são de pau e têm as costas direitas. Há sempre pão a cozer e o conforto da desarrumação. A porta está sempre aberta... mas fecha-se rapidamente aos vermes que infestam alguns cantos do quadrado. Sejam

Serviço público

 

Tem-me faltado força anímica para ir escrevendo o que me vai na alma. Até porque sinto que me repito, o que resulta de uma caduquice a avançar e de uma triste realidade que não muda.

 

Por isso, agradeço duplamente a quem se mantém irredutível na vontade de intervenção pública e informativa. Os artigos que Fernanda Câncio vem publicando, como Esperteza Saloia, com excertos do que esta maioria e este governo foram e vão dizendo e escrevendo, são absolutamente obrigatórios.

 

(...) Os impostos têm um efeito recessivo sobre a economia. A ideia que se foi gerando em Portugal de que o PSD vai aumentar o IVA não tem fundamento. (março 2011, Passos Coelho, pres PSD) (...)

Não estão em causa despedimentos na função pública. Aliás, nós temos muito respeito pelos funcionários públicos. O PSD é contra toda e qualquer tentação no sentido de eliminar ou atacar a ADSE ou os subsistemas de saúde na função pública. (maio 2011, Eduardo Catroga, nomeado pelo PSD para negociar com a troika e co-autor programa eleitoral PSD) (...)


Leiam tudo. A informação é a melhor arma do eleitor.