Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Defender o Quadrado

Nesta casa serve-se tudo a quente. As cadeiras são de pau e têm as costas direitas. Há sempre pão a cozer e o conforto da desarrumação. A porta está sempre aberta... mas fecha-se rapidamente aos vermes que infestam alguns cantos do quadrado. Sejam

À espera

 

Ainda não se sabe nada do resultado das conversações entre PS, PSD e CDS, com o objectivo de se chegar a um acordo que mantenha este governo em gestão até Junho de 2014 e que fortaleça o país para renegociar o memorando da Troika.

 

No entanto já estamos a assistir a um crescendo de arrogância da parte de Passos Coelho que, tanto no debate da moção de censura dos Verdes como, posteriormente, no inusitado directo do seu discurso ao PSD, reafirma a vontade do governo de obrigar o Presidente a aceitar a remodelação governamental, insinuando que é esta maioria que tem legitimidade para cumprir a legislatura e manter a política de austeridade até agora seguida.

 

Tal como Pacheco Pereira disse ontem, na Quadratura do Círculo, o PSD tem conseguido ligar o ónus da crise política à eventual recusa do PS em assinar um acordo, quando foi o governo que desencadeou a crise política mais recente.

 

Defendi e defendo que António José Seguro tudo faça para que seja encontrada uma base de entendimento que permita estabilidade até às eleições antecipadas de Junho, reafirmando e levando os partidos do governo a inflectirem o rumo político e, perante a Comissão Europeia, o FMI e o BCE, cerrarem fileiras na renegociação do memorando. É muito importante que o PS não assine qualquer acordo, mas um acordo que permita o país sair deste atoleiro. Convém que deixe bem claro que a crise não é sua responsabilidade e que, pelo contrário, está a tentar resolver o imbróglio deixado pelo governo.

 

Não se percebe como é que António Costa não faz ideia do que está a ser negociado. Não se está a perceber nada, para além de uma reviravolta nas posições negociais. Caso o PS não consiga marcar bem as diferenças, não deverá nunca assinar o acordo. Há limites que não podem ser ultrapassados.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.