Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Defender o Quadrado

Nesta casa serve-se tudo a quente. As cadeiras são de pau e têm as costas direitas. Há sempre pão a cozer e o conforto da desarrumação. A porta está sempre aberta... mas fecha-se rapidamente aos vermes que infestam alguns cantos do quadrado. Sejam

Alongar

 

 

Tejo 

 

 

1.

Inclinada a cidade esvai-se

sangra pelas ruas em pedras rolantes

e passos cansados exausta

de mundo de inverno de pó.

 

2.

Ficamos sentados à beira do tempo

desistentes da vida assistimos

ao dobrar dos troncos

ao vergar das nuvens.

 

3.

Desenhei num mapa que só tu entendes

os cruzamentos em que alongamos

imensas e surdas despedidas.

 

2 comentários

Comentar artigo