Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Muitíssimo apressados

por Sofia Loureiro dos Santos, em 27.01.13

 

 

Ouço vários comentadores, membros de partidos da oposição e próximos do PSD e CDS, a esgrimirem argumentos e a trocarem notas, afirmando que não foram as políticas de austeridade seguidas pelo governo que justificaram o êxito da última semana (extensão dos prazos das maturidades e regresso a Os Mercados). Chegam mesmo a afirmar que esta operação estava mais do que garantida, quando há poucos dias se vaticinava a muito próxima queda do governo, por incumprimento da almejada promessa de regresso a Os Mercados, em Setembro.

 

Obviamente que não foram as políticas deste governo que estiveram na génese desta boa notícia como não foram as políticas de Sócrates que motivaram as péssimas notícias, em 2011. Mas são mesmo boas notícias, mesmo que sejam apenas um sinal, mesmo que sirvam apenas para animar um pouco o moral do país. E não podemos ignorar que o governo e os partidos da coligação souberam gerir politicamente estes factos, de forma a darem a entender que isto é o prémio alcançado pelas boas políticas implementadas e que, tal como tinham prometido, estão a salvar Portugal.

 

O PS tem obrigação de desmontar as manobras e desconstruir esta narrativa, dizendo como se faz de modo diferente. Não basta repetir expressões como medidas para o crescimento económico, combater o desemprego, estado social, etc. É urgente conhecer o pensamento do maior partido da oposição sobre as políticas sociais e económicas, qual a sua visão das funções do estado e como sustentá-las, como pretende apostar na qualificação e no conhecimento, como devolver a esperança a quem, diariamente, desiste do país.

 

O PS tem obrigação de se preparar para governar e de ser uma verdadeira alternativa. Enquanto António José Seguro estiver à frente do partido, Passos Coelho arrisca-se a manter-se no poder, mesmo com o rebuliço dentro do próprio partido e na coligação. Estamos mesmo muitíssimo apressados.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:58


6 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 27.01.2013 às 19:06

As hipotéticas boas notícias não melhoram nem um pouco pouco "a" moral do país; quando muito poderão melhorar "o" moral.
Abraço
Imagem de perfil

De Sofia Loureiro dos Santos a 27.01.2013 às 19:20

Obrigada pela correcção, anónimo desconhecido...
Imagem de perfil

De Sofia Loureiro dos Santos a 27.01.2013 às 19:21

e pela correção...
Sem imagem de perfil

De ACÁCIO LIMA a 27.01.2013 às 19:28

Gostei do "preciosismo" atempado e pertinente, do comentador.

Mas prefiro realçar: "O PS tem obrigação de desmontar as manobras e desconstruir esta narrativa, dizendo como se faz de modo diferente".

Boa Noite.
Bom Serão.
Boa Semana.

ACÁCIO LIMA
Sem imagem de perfil

De lino a 28.01.2013 às 18:53

Ops ! Não sei como saí anónimo já que estava na minha conta do Google.
Beijinho
Imagem de perfil

De Sofia Loureiro dos Santos a 28.01.2013 às 20:53

Posso então agradecer-lhe pessoalmente, Lino, pelo moral que levanta quando aqui passa, sem que a moralidade se aborreça.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2011
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2010
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2009
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2008
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2007
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D
  235. 2006
  236. J
  237. F
  238. M
  239. A
  240. M
  241. J
  242. J
  243. A
  244. S
  245. O
  246. N
  247. D
  248. 2005
  249. J
  250. F
  251. M
  252. A
  253. M
  254. J
  255. J
  256. A
  257. S
  258. O
  259. N
  260. D

Maria Sofia Magalhães

prosas biblicas 1.jpg

À venda na livraria Ler Devagar



caminho dos ossos.jpg

 

ciclo da pedra.jpg

 À venda na Edita-me e na Wook

 

da sombra que somos.jpg

À venda na Derva Editores e na Wook

 

a luz que se esconde.jpg