Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Defender o Quadrado

Nesta casa serve-se tudo a quente. As cadeiras são de pau e têm as costas direitas. Há sempre pão a cozer e o conforto da desarrumação. A porta está sempre aberta... mas fecha-se rapidamente aos vermes que infestam alguns cantos do quadrado. Sejam

Dessas juras que se fazem

Né Ladeiras

 
Lara Li

 
Rui Veloso
 
 

Jura que não vais ter uma aventura

Dessas que acontecem numa altura

E depois se desvanecem

Sem lembrança boa ou má

E por isso mesmo se esquecem

 

Jura que se tiveres uma aventura

Vais contar uma mentira

Com cuidado e com ternura

Vais fazer uma pintura

Com uma tinta qualquer

Que o ciúme é queimadura

Que faz o coração sofrer

 

Jura que não vais ter uma aventura

Porque eu hei-de estar sempre à altura

De saber

Que a solidão é dura

E o amor é uma fervura

Que a saudade não segura

E a razão não serena

Mas jura que se tiver de ser

Ao menos que valha a pena

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.