Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Defender o Quadrado

Nesta casa serve-se tudo a quente. As cadeiras são de pau e têm as costas direitas. Há sempre pão a cozer e o conforto da desarrumação. A porta está sempre aberta... mas fecha-se rapidamente aos vermes que infestam alguns cantos do quadrado. Sejam

Mudanças

Depois da bonança, vem a tempestade.

Há alturas em que tudo acontece em turbilhão, as janelas abrem-se com estrondo e o pó é varrido por ventos e assobios. E nós levados como folhas bailarinas, sem querer ou destino, enrodilhados na voragem dos acontecimentos.

Assim estou eu.


(pintura de Bill Dixon: changes)