Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Talvez amanhã

por Sofia Loureiro dos Santos, em 26.05.12

 

Não tenho tido vontade de escrever. Tudo já foi dito, repetido, estando as palavras gastas de tanto usadas. Não há paciência para queixumes nem para optimismos estéreis, irrazoáveis e insultuosos para quem vê o dia a dia cada vez mais acabrunhante.

 

Não tenho a arte de me evadir do quotidiano. Apetecia-me fechar as portas e desaparecer. Não me apetecem combates nem defesas de princípios. Os princípios apenas contribuem para que nos sintamos ainda mais fora de tom. Estamos em ciclo de penúria intelectual e moral, para além da financeira. Os fundamentalismos dos novos moralistas, a importância dos costumes, a omnipresença da devassa das vidas privadas, a mistura entre o poder e a mediocridade, esmagam o individualismo e tomam conta das opiniões.

 

Não se trata da ausência de liberdade mas da incapacidade de viver e sentir essa liberdade. O medo vai empurrando o que sobra da dignidade. É preciso um esforço inaudito para arrastar as fibras que se revoltam contra a prepotência da estupidez e da falta de vergonha.

 

Não tenho vontade de escrever porque digo o mesmo que todos os outros e a falta de originalidade é patética. Patética e vazia.

 

Talvez amanhã.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:56


2 comentários

Sem imagem de perfil

De ACÁCIO LIMA a 26.05.2012 às 20:59

Amanhã é tarde e "INÊS ESTÁ MORTA".

Boa Noite.
Bom Serão.
Boa Jornada de Descanso.

ACÁCIO LIMA
Sem imagem de perfil

De PINK a 27.05.2012 às 14:49

NÃO DESISTA!
As tristezas também se dividem..Irmana quem as tem na catarse necessária...

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2005
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D

Maria Sofia Magalhães

prosas biblicas 1.jpg

À venda na livraria Ler Devagar



caminho dos ossos.jpg

 

ciclo da pedra.jpg

 À venda na Edita-me e na Wook

 

da sombra que somos.jpg

À venda na Derva Editores e na Wook

 

a luz que se esconde.jpg