Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Defender o Quadrado

Nesta casa serve-se tudo a quente. As cadeiras são de pau e têm as costas direitas. Há sempre pão a cozer e o conforto da desarrumação. A porta está sempre aberta... mas fecha-se rapidamente aos vermes que infestam alguns cantos do quadrado. Sejam

Assiduidade e pontualidade (2)

Não sei se ficou bem explícito, no meu post anterior, no meio de todos aqueles considerandos, que considero importante o controle da assiduidade dos profissionais de saúde e lamentáveis as reacções do Bastonário da Ordem dos Médicos e do Sindicato dos Enfermeiros. Ainda por cima, sendo esta uma matéria que diz respeito às competências sindicais, não se percebe muito bem o porquê da intervenção de Pedro Nunes (veja-se, por exemplo, a posição da Vice-Bastonária da Ordem dos Enfermeiros, que desvaloriza esta questão)!

Se não se podem controlar horários diários rígidos e fixos, podem com certeza controlar-se horários semanais. É preciso, duma vez por todas, assumir que as unidades de saúde estatais estão mal geridas, e este é um entre muitos dos aspectos a regular. Comparar os gastos inúteis em relógios de ponto com os gastos que não se fazem em medicamentos, isso sim, é populista e demagógico!

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.