Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Defender o Quadrado

Nesta casa serve-se tudo a quente. As cadeiras são de pau e têm as costas direitas. Há sempre pão a cozer e o conforto da desarrumação. A porta está sempre aberta... mas fecha-se rapidamente aos vermes que infestam alguns cantos do quadrado. Sejam

Da permanente loucura

 

 

Não são só deuses que estão loucos, mas os homens, que não aprendem nada com a História. As exigências que a Alemanha faz agora à Grécia, serão as mesmas que se fará a Portugal, não tarda.

 

Tudo muda, é verdade, os regimes não são eternos. Ouvimos dizer que a democracia se constrói diariamente, mas não interiorizamos esse conceito. A construção pressupõe esforço e permanência.

 

Esta é uma Europa que eu não conheço, é um espaço político a que não quero pertencer, um espaço económico que não me respeita. Todos os limites que, diariamente, colocamos mais adiante, mais para cima, mais para longe, são repetidamente ultrapassados. Já não são bem limites, porque os valores em que assentavam foram destruídos.

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.