Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Sustentabilidade do SNS

por Sofia Loureiro dos Santos, em 20.08.11

 

Correia de Campos dá hoje uma entrevista ao i, que vale a pena ler. Foi um dos melhores ministros da Saúde que tivemos e que verdadeiramente, com medidas impopulares mas importantes, lutou pela sustentabilidade do SNS. Como ele diz e como se pode perceber pela reacção de António Arnaut, o preconceito e o anacronismo podem ensombrar as melhores intenções.

 

O mundo mudou muito desde a implementação do SNS. Foi e é uma instituição de que nos orgulhamos. Mas não basta fazer manifestações e exclamar hinos de amor ao SNS para que este se possa adaptar a tudo o que foi aparecendo como inovação, não só em termos de ferramentas diagnósticas como terapêuticas. Tem que haver ajustes e reajustes, tem que se rentabilizar e concentrar, onde a exigência de qualidade se impõe e o desperdício é obsceno. Os serviços de urgência, os cuidados primários, as maternidades, os hospitais públicos, tudo deve ser reequacionado e adaptado à realidade do mundo actual.

 

Esta é e sempre foi uma bandeira do PS, mas o PS não pode anquilosar por falta de ideias ou alternativas. Correia de Campos tentou. Mas a ala mais conservadora dentro do partido dos anteriores governos, na qual se incluem Manuel Alegre, António Arnaut e António José Seguro, esforçaram-se e conseguiram abortar muitas das reformas.

 

Algumas das decisões deste Ministro parecem estar sintonizadas com o objectivo de garantir a sustentabilidade do SNS, mantendo-o universal e tendencialmente gratuito. Esperemos que sim e, ao contrário do que António Arnaut afirma, será irónico que seja um Ministro desta coligação de direita a defender um verdadeiro conceito socialista - o SNS.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:30


2 comentários

Sem imagem de perfil

De LS a 20.08.2011 às 22:28

Também considero Correia de Campos um dos melhores Ministros da Saúde que o país teve nos últimos tempos. Infelizmente foi boicotado por muitos, incluindo elementos do partido do governo a que pertenceu.
Sem imagem de perfil

De PINK a 21.08.2011 às 09:17

Correia de Campos não precisava de arranjar bodes expiatórios...não gostei!

Apoiei a sua política de contenção,mas não apoio os "autos de fé" políticos.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2005
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D

Maria Sofia Magalhães

prosas biblicas 1.jpg

À venda na livraria Ler Devagar



caminho dos ossos.jpg

 

ciclo da pedra.jpg

 À venda na Edita-me e na Wook

 

da sombra que somos.jpg

À venda na Derva Editores e na Wook

 

a luz que se esconde.jpg