Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Blogues do ano

por Sofia Loureiro dos Santos, em 25.12.10

 

Nesta altura do ano, que é tão boa como qualquer outra mas na verdade o fim e o início dão sempre jeito para balanços, multiplicam-se as listas de livros, filmes, músicas, cantores, figuras e blogues do ano. Todas estas listas dependem do gosto e dos interesses de quem as faz, como é lógico.

 

O problema é sempre de amostragem. Parece-me até soberba escolher os blogues do ano num universo tão infinito como os universos o são, por definição, quando eu apenas visito uma ínfima parte desse mundo. Mas mesmo assim, de todos aqueles que leio, uns com gosto, outros com raiva, uns com curiosidade, outros com indiferença, há alguns a que eu dou particular destaque.

  • ana de amsterdam - depurado, esquálido, com textos de uma sensibilidade, rigidez, realismo e fantasia estranhos e envolventes, música que foge ao habitual, irregular, como o ritmo da vida;
  • Aspirina B - actualidade, espírito crítico contundente, muitíssimo bem escrito, sagaz e divertido;
  • É tudo gente morta - sofisticado, requintado, de uma estética formal e de conteúdo excepcional, em que os temas abordados rompem a rotina do dia-a-dia;
  • Garfadas on line - erudição à volta das cozinhas, dos alimentos, dos restaurantes, da arquitectura, da publicidade, das embalagens, dos rótulos, das ementas, das fábricas, extraordinário;
  • gravidade intermédia - amargura, ternura, sofrimento, generosidade, de uma gravidade que nos toca e nos marca;
  • Herdeiro de Aécio* - brilhante, variado, divertido, irritante, um manancial de pequenas histórias que fazem parte da História, imperdível e inclassificável.
  • Horas Extraordinárias - os livros oferecidos e comentados com uma simplicidade surpreendente, informativo e viciante;

Quase sempre prefiro blogues individuais, talvez porque têm uma linha mais coerente, uma personalidade mais marcada. No entanto há, nesta lista, dois blogues colectivos que conseguem essa coerência com múltiplos colaboradores. Obrigada a todos pelas horas de entretenimento, informação e questionamento que me proporcionaram.

 

*Há que dizer que a imparcialidade em relação a este blogue é sempre tentada mas, se calhar, não conseguida. A. Teixeira é alguém que me é muito chegado...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:06


9 comentários

Sem imagem de perfil

De Ana Marques Pereira a 25.12.2010 às 20:54

Sofia,
Obrigado por mais uma vez defenderes publicamente o meu blog.
Desde o início que tenho contado com o teu apoio, o que tem tanto mais valor quanto os meus temas são tão diferentes dos teus.
Um grande Bj .
Imagem de perfil

De Sofia Loureiro dos Santos a 25.12.2010 às 21:24

A minha "defesa" não é bem defesa, é mais reconhecimento. O teu blogue é obrigatório.
Um beijo.
Sem imagem de perfil

De Manuel S. Fonseca a 27.12.2010 às 14:58

Cara Sofia, em nome do É Tudo Gente Morta aqui fica o nosso sincero agradecimento.
Recordando com estima as vezes em que aceitou residir momentaneamente no nosso cemitério, queremos dizer-lhe que vindo de si o destaque e a forma como nos descreve toca-nos muito. Obrigado.
Imagem de perfil

De Sofia Loureiro dos Santos a 27.12.2010 às 23:36

Manuel Fonseca, foi uma honra residir, ainda que momentaneamente, no vosso cemitério. Obrigada a todos e um excelente ano de 2011.
Sem imagem de perfil

De besugo a 28.12.2010 às 00:41

A Sofia sabe que não mereço a sua referência: a minha gravidade intermédia não é gravidade nenhuma por aí além - é só uma gravidadezinha . Olhe, é quase como aquela "pequena dor" do Rui Veloso. Amanhã ponho essa "pequena dor" no blogue e fica lá a corar até sábado. A menos que a Sofia se antecipe e a bote no seu blogue (e eu gostava).
Muito grato.
Imagem de perfil

De Sofia Loureiro dos Santos a 28.12.2010 às 20:52

Besugo, merece isto e muito mais. Aguardo o seu Rui Veloso.
Sem imagem de perfil

De besugo a 30.12.2010 às 00:09

Cumpri a promessa, Sofia, vá lá ver (e, se lhe apetecer, escutar). E note: cumpri-a, à promessa, por gosto.
Sabe tão bem como eu que as grandes dores costumam vir nos jornais e têm sempre grandes defensores (e gozadores, essa malta que parece sempre que está sempre dois copos duma coisa espirituosa qualquer acima de nós), que a ausência de dores não passa duma lástima do limiar de qualquer aparelho sensitivo - e que as pequenas dores tendem a ser, além de pequenas, muito íntimas.
Aceite a minha estima e os meus votos de Muito Bom Ano Novo.
Com mais Alegria, se for possível.
Imagem de perfil

De Sofia Loureiro dos Santos a 30.12.2010 às 22:02

Obrigada, Besugo. Se for possível, sim, faremos com que seja.
Sem imagem de perfil

De George Sand a 31.12.2010 às 17:02

E assim descobri amis um blog dos que valem mesmo a pena :)

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2005
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D

Maria Sofia Magalhães

prosas biblicas 1.jpg

À venda na livraria Ler Devagar



caminho dos ossos.jpg

 

ciclo da pedra.jpg

 À venda na Edita-me e na Wook

 

da sombra que somos.jpg

À venda na Derva Editores e na Wook

 

a luz que se esconde.jpg