Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Enfrentar (enfeitando) a crise

por Sofia Loureiro dos Santos, em 21.11.10

 

Verifico que há bastantes blogues criados para ensinar e estimular a poupança, que em tempos de crise se impõe.

 

O Natal é um excelente momento de teste às nossas capacidades criativas e à nossa resistência ao consumismo. Regressam o faça você mesmo, as malhas caseiras, sapatinhos de dormir, compotas, azeites aromáticos, reciclagem de latas, papéis e frascos variados, livros de cozinha, jogos didácticos, bonecos de trapos e algodão.

 

E porque não um desafio a blogues e bloguistas para puxarem pela imaginação e partilharem uma ideia natalícia bem poupada e adaptada à austeridade mais espartana? Vale tudo: desde ideias para prendas a orçamento reduzido a decorações sem gastar dinheiro, passando por ceias saudáveis, saborosas e em conta.

 

Dirijo-me a todos os que quiserem, mas lanço o desafio a algumas almas bem dispostas, porque a boa disposição (ainda) não paga imposto.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 17:21


10 comentários

Sem imagem de perfil

De pink a 22.11.2010 às 09:47

Os comerciantes vão pastar...talvez nos campos de golfe!
Sem imagem de perfil

De Porfírio Silva a 22.11.2010 às 10:02

Sofia,
Considerar-me uma alma bem dispostas já é uma grande prenda, de Natal ou de qualquer outra ocasião!
Vou dar-lhe uma resposta, dentro de dias: não muito imaginativa, mas que relata a minha própria experiência em família..
Parabéns pela iniciativa.
Sem imagem de perfil

De Manuel a 22.11.2010 às 19:19

Alguns dos bloguistas indicados defenderam "com unhas e dentes" o Sr Sócrates, pois é mesmo bom que reflictam este Natal como chegámos aos tempos de crise , eu não votei PS ou PSD....Se o tivesse feito estaria profundamente arrependido por ter contribuido por manter esse senhor e outros no poder...mas isso sou eu
Imagem de perfil

De Sofia Loureiro dos Santos a 22.11.2010 às 20:36

Eu sou uma das bloguistas que votou PS. Não penso que qualquer outro partido fizesse alguma diferença. Não estou arrependida, mas desiludida com algumas coisas. Os outros partidos nem chegam a desiludir-me porque nunca me iludiram.
Sem imagem de perfil

De Manuel a 22.11.2010 às 21:03

Pois eu penso o mesmo sobre os partidos, mas nunca o País teve um governo tão mau e de facto eu não contribui para colocar este senhor no poder e lamento que muita gente vendo o que se estava a passar continuasse a acreditar neste lamaçal em que foi arrastado o País. Mas leia o economist de hoje para ver ao que chegámos
Sem imagem de perfil

De António a 23.11.2010 às 00:10

Ou seja, e se bem interpretei, o Manuel não só "não contribuiu para colocar este senhor no poder", como também "pensa o mesmo sobre os partidos" (que uns provocam desilusões e os outros nem isso, porque nem ilusões criam) como ainda terá sido dos únicos a permanecer lúcido enquanto os "outros" continuavam a acreditar "neste lamaçal em que foi arrastado o País".

Ganda Manel!!!
O Manel é que é esclarecido!
O que este País não merece é ter um Manel desta categoria!
Qual economist, qual carapuça, sejamos patrióticos e leiamos todos o que o Manel escreve porque o Manel é que sabe!
...E o Almada Negreiros só escreveu um manifesto Anti-Dantas porque nasceu 100 anos cedo demais para escrever um manifesto Pró-Manel!
Sem imagem de perfil

De Manuel a 23.11.2010 às 15:00

Não fui mal educado com ninguém nem me refugio em nomes ou ips falsos, não suporto é gente mal educada a que respondo frontalmente.
Meu caro António não merece nem uma linha de comentáro excepto esta
___________________________________

Capisce
Sem imagem de perfil

De mar aravel a 22.11.2010 às 21:48


Oremos estimada Sofia

Sem imagem de perfil

De mdsol a 22.11.2010 às 21:52

Balhamedeus, Sofia! Também me sinto presenteada por me incluir no lote das almas bem dispostas. Vou tentar responder. Vou tentar, que a iniciativa é bonita.

:)))
Sem imagem de perfil

De cristina a 24.11.2010 às 22:31

já está, Sofia.

Beijinhos

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2005
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D

Maria Sofia Magalhães

prosas biblicas 1.jpg

À venda na livraria Ler Devagar



caminho dos ossos.jpg

 

ciclo da pedra.jpg

 À venda na Edita-me e na Wook

 

da sombra que somos.jpg

À venda na Derva Editores e na Wook

 

a luz que se esconde.jpg