Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



O pecado da Igreja

por Sofia Loureiro dos Santos, em 04.04.10

 

A Igreja Católica escondeu a pedofilia, sendo conivente com crimes durante décadas, tal como foi conivente com a violência doméstica, com os crimes de sangue e de honra, tal como foi conivente com as visões mais conservadoras e reaccionárias da sociedade, durante muitos anos.

 

Numa sociedade aberta como a que existe hoje, não é mais possível manter em segredo situações como estas. A Igreja perdeu influência, principalmente perdeu poder, que usou de forma autocrática e ditatorial, cobrindo tudo o que dizia e fazia com efectivos poderes terrenos e hipotéticos poderes celestes. Todos os desvios, prepotências, imoralidades e crimes praticados, anteriormente escondidos, calados e lançados como calúnia para quem tinha a coragem de falar deles, afloram agora à superfície.

 

A Igreja pede perdão pelos padres pedófilos. Mas o seu silêncio é um pecado pesado e longo, pelo qual não sei há penitência que a possa limpar.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:32


9 comentários

Sem imagem de perfil

De opuma a 05.04.2010 às 16:01


Assino por baixo o seu comentário
Sem imagem de perfil

De lino a 05.04.2010 às 18:40

Acho que não há limpeza possível enquanto não forem severamente punidos, canónica e civilmente, todos os envolvidos, incluindo os encobridores.
Imagem de perfil

De Sofia Loureiro dos Santos a 06.04.2010 às 21:28

Lino, essa seria a verdadeira penitência. Punir os culpados. Mas não me parece que a Igreja esteja disposta a isso.
Sem imagem de perfil

De Donagata a 06.04.2010 às 01:45

Foste absolutamente precisa, concisa e focaste os pontos dolorosos desta longuíssima história de prepotência e impunidade.

Não acredito em penitências para limpar pecados como quem limpa uma mancha... para depois voltar a manchar. Também não acredito em pecados no conceito que a igreja lhes atribui. Há intencionalidades, maldosas ou não, nas pessoas.
Contudo, ainda que acreditasse em penitências, julgo que não consigo vislumbrar absolutamente nada que limpe todo esse lixo.
Imagem de perfil

De Sofia Loureiro dos Santos a 06.04.2010 às 21:27

Esse lixo existe dentro de todos os poderes autoritários e fechados. Muito se tem falado na capacidade de adaptação da Igreja ao longo dos séculos. Não sei como sobreviverá à cada vez mais reduzida importância que tem na sociedade. E penitência... pode sempre negociar com Deus e vender os próprios pecados. Não era assim que faziam os poderosos?
Sem imagem de perfil

De aires a 06.04.2010 às 08:00

..." tendo sido conivente com crimes durante décadas, tal como foi conivente com a violência doméstica, com os crimes de sangue e de honra, tal como foi conivente com as visões mais conservadoras e reaccionárias da sociedade"...

É ISTO, que está em causa, quando se tenta falar em nome de um qualquer deus, em nome do qual se cometeram crimes como as cruzadas, inquisição, etc.

abraço
Sem imagem de perfil

De As Vozes dos Outros a 06.04.2010 às 21:18

Tomei a liberdade de colocar no Blog As vozes dos outros um seu post. Sigo com frequência o " Defender o Quadrado" pelo interesse que me despertam os assuntos nele focados. Um abraço. As vozes dos outros
Imagem de perfil

De Sofia Loureiro dos Santos a 06.04.2010 às 21:27

Obrigada. Volte sempre.
Imagem de perfil

De Sofia Loureiro dos Santos a 06.04.2010 às 21:30

Obrigada ao Puma e ao Aires pelos comentários.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2011
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2010
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2009
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2008
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2007
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D
  235. 2006
  236. J
  237. F
  238. M
  239. A
  240. M
  241. J
  242. J
  243. A
  244. S
  245. O
  246. N
  247. D
  248. 2005
  249. J
  250. F
  251. M
  252. A
  253. M
  254. J
  255. J
  256. A
  257. S
  258. O
  259. N
  260. D

Maria Sofia Magalhães

prosas biblicas 1.jpg

À venda na livraria Ler Devagar



caminho dos ossos.jpg

 

ciclo da pedra.jpg

 À venda na Edita-me e na Wook

 

da sombra que somos.jpg

À venda na Derva Editores e na Wook

 

a luz que se esconde.jpg