Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Defender o Quadrado

Nesta casa serve-se tudo a quente. As cadeiras são de pau e têm as costas direitas. Há sempre pão a cozer e o conforto da desarrumação. A porta está sempre aberta... mas fecha-se rapidamente aos vermes que infestam alguns cantos do quadrado. Sejam

Sem palavras

(...) O presidente executivo da EDP recebeu um total de 3,3 milhões de euros no ano passado, valor que inclui um montante de 1,8 milhões de euros, referentes ao pagamento de um prémio plurianual afecto aos anos 2006 a 2008. (...)


(...) Do montante de 1,3 milhões de euros auferido por António Mexia, 703 mil euros correspondem à remuneração fixa e 600 mil euros referem-se à componente variável anual. Os restantes 1,8 milhões de euros do bolo total repartem-se em montantes anuais de 600 mil euros, correspondentes aos anos de 2006, 2007 e 2008. (...)

 

O que é que justifica este tipo de remunerações nas empresas do estado? Como é possível alguém, em Portugal, numa empresa pública, ter uma remuneração média de 93.000 euros por mês, acrescido de um prémio mensal médio de 42.000 euros (calculando 14 meses por ano), o que perfaz um total, em média, de 135.000 euros por mês? Que competências e que produtividade têm António Mexia, Ferreira de Oliveira ou Zeinal Bava, comparadas com as de outros profissionais que ganham menos metade num ano que este senhores por mês?

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.