Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Defender o Quadrado

Nesta casa serve-se tudo a quente. As cadeiras são de pau e têm as costas direitas. Há sempre pão a cozer e o conforto da desarrumação. A porta está sempre aberta... mas fecha-se rapidamente aos vermes que infestam alguns cantos do quadrado. Sejam

Jornalismo? (3)

 

Depois do Freeport vem o BPN.

 

Sempre defendi que o caso Freeport deve ser tratado na justiça e, caso haja culpados de crimes, no tribunal. Do caso BPN penso o mesmo, seja quem for que esteja envolvido.

 

É absolutamente lamentável a notícia que sai na primeira página do Expresso. Cavaco Silva comprou e vendeu acções da SLN, assim como a filha, tendo ambos ganho dinheiro com isso.

 

Qual a relevância desta informação? É proibido comprar e vender acções, ganhando dinheiro com elas? Houve algum ilícito nessas transacções?

 

Não votei em Cavaco Silva, não apoio nem me revejo nas suas opções, atitudes, etc. Mas o que se está a passar nesta campanha, e se calhar em outras de que, felizmente, já me esqueci, é o aviltamento de uma actividade nobre.

 

Tudo serve de arma de arremesso e de achincalhamento. A abstenção eleitoral, nestas e noutras eleições, é cada vez maior. Naturalmente. As pessoas que ainda se dão ao trabalho de votar sentem-se cada vez mais distanciadas deste tipo de troca de acusações.

 

Este é dos piores serviços que se pode prestar à democracia.

 

 

2 comentários

Comentar artigo