Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Defender o Quadrado

Nesta casa serve-se tudo a quente. As cadeiras são de pau e têm as costas direitas. Há sempre pão a cozer e o conforto da desarrumação. A porta está sempre aberta... mas fecha-se rapidamente aos vermes que infestam alguns cantos do quadrado. Sejam

Indignidades

 

Dignidade -  (...) Procedimento que atrai o respeito dos outros (dicionário priberam).

 

Que respeito pode atrair alguém que está à frente de um organismo público, cuja responsabilidade é escrutinar, regular e evitar que haja negócios pouco transparentes, fuga de capitais, buracos financeiros, brincadeira com o dinheiro dos contribuintes, e que se mantém nesse cargo mesmo depois de se mostrar à exaustão que nada disto foi conseguido? Que respeito se pode ter pelo organismo público, pelo cargo, pela própria pessoa?

 

Que respeito pode atrair alguém que está à frente de um organismo que tem por missão promover a cooperação entre estados para o combate ao crime se essa pessoa é suspeita de pressionar colegas num caso que poderá envolver directamente as suas funções? Que respeito se pode ter pelo organismo público, pelo cargo, pela própria pessoa?

 

Que respeito pode atrair um candidato a deputado europeu que escolhe vergonhosamente a calúnia aos militantes do PSD, figuras gradas, apelidando-os de ladrões enquanto decorre um inquérito político e um investigação judicial, em que se pede seriedade e decoro? Que respeito se pode ter pelo candidato ou pelo próprio partido que o representa?

 

Que respeito podem atrair as declarações de um representante do mesmo partido ao defender tamanha alarvidade, destratando alguém que tenta repor algum civismo? Que respeito se pode ter por esta pessoa?
 

Que respeito pode atrair um conjunto de deputados eleitos para legislarem e fiscalizarem o governo, se não são capazes de eleger como Provedor de Justiça, um indivíduo com a estatura de Jorge Miranda, apenas porque o PSD recusou que tivesse sido o PS a indicar o seu nome? Que respeito se pode ter pelo organismo público, pela função, pelos próprios deputados?

 

2 comentários

Comentar artigo