Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Defender o Quadrado

Nesta casa serve-se tudo a quente. As cadeiras são de pau e têm as costas direitas. Há sempre pão a cozer e o conforto da desarrumação. A porta está sempre aberta... mas fecha-se rapidamente aos vermes que infestam alguns cantos do quadrado. Sejam

Balbúrdia da corte

Apesar de totalmente esvaziadas as razões das queixas da FENPROF contra este modelo de avaliação do desempenho, em desespero de descredibilização total e mostrando as verdadeiras razões da luta, já ninguém aguenta mais ouvir falar nesta impossibilidade, nesta pressão do ministério, nesta defesa da escola pública.

 

Assim vamos dia a dia, com o Ministro das Finanças a ser o único que não vê motivos para alterar as previsões em que baseou o orçamento de estado para o próximo ano, com Durão Barroso a tentar sobreviver politicamente, aproveitando um fato que nunca lhe assentou bem mas que ele veste com gosto.

 

Tudo se especula e se desconfia, de tudo fazemos comissões de inquérito que se perdem na memória dos tempos, trucidam-se e mastigam-se os assuntos até à exaustão.

 

O pior é mesmo o desemprego e o fantasma da crise social, da penúria, da miséria, que já vemos tão longe, que a maior parte de nós nunca conheceu.

 

O pior é mesmo a balbúrdia da corte, que até parece um absurdo jogo de bobos.

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Sofia Loureiro dos Santos 29.11.2008 18:21

    mdsol,
    às vezes é difícil não desanimar quando se vê tanta coisa grave a acontecer, tanta coisa por fazer, tanta incompreensível e gratuita violência , tanto desbocamento, vigarice e falsos argumentos, tanto egoísmo.

    Obrigada pelo seu estímulo. Isto passa, já está a passar. É preciso que passe.
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.