Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Defender o Quadrado

Nesta casa serve-se tudo a quente. As cadeiras são de pau e têm as costas direitas. Há sempre pão a cozer e o conforto da desarrumação. A porta está sempre aberta... mas fecha-se rapidamente aos vermes que infestam alguns cantos do quadrado. Sejam

Carnaval


O Carnaval é uma festa tolerada e adaptada pelo catolicismo, dos primitivos festejos da chegada da Primavera, das festas em honra de Ísis, no Egipto, ao deus Pã (Lupercais) e a Baco (Bacanais).

A Igreja Católica, com o jeito que se lhe conhece, transformou estas festas pagãs num período prévio à Quaresma (40 dias, contados da 4ªfeira de cinzas ao Domingo de Páscoa), época de jejum e oração. Assim, chamou-se Carnaval (carne levare, depois carne vale - adeus, carne! - alusão à proibição de comer carne na Quaresma) ao período que se estende do dia de reis à 4ªfeira de cinzas, principalmente os 3 últimos dias.

Não percebo porque é que se está a comemorar o Carnaval. Tenho a impressão de que estamos na Quaresma há bastante tempo, e não sei em que ano chegará o Domingo de Páscoa!

(pintura de Daniele Jaquillard: Carnaval)