Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Geneticamente modificados

por Sofia Loureiro dos Santos, em 29.09.08

Algo de estranho se passa nalgumas terras por onde passámos.

 

Limoges parecia um local abandonado à sua sorte (que deve ser pouca). Ruas desertas, poucos transeuntes, lojas fechadas, obras de melhoramento de estradas paradas. À volta da Catedral ninguém; o largo estava ocupado por um parque de estacionamento. Havia umas placas a indicar um percurso de visita turística à cidade, mas os museus estavam fechados (às 17:30h).

 

Hoje decidimos passar por Cognac, mais ou menos a meio caminho de Bordéus. Pois estava tudo deserto e fechado, com numerosas placas indicativas de fábricas de conhaque, com uma rota do conhaque que nós fizemos, para dar com os narizes nas portas.

 

Pelo caminho, áreas enormes cobertas por vinhas, muito bem alinhadas, desenhando verdadeiras paradas militares, a régua e esquadro. Havia também numerosos campos de girassóis, mais uma vez com estranhas particularidades. Estavam secos, quase sem pétalas, escondendo uma cara enorme e desolada do sol. De certeza que nunca vi girassóis assim. Se calhar eram geneticamente modificados.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:01


1 comentário

Sem imagem de perfil

De o puma a 30.09.2008 às 23:32


A crise parece estar de saúde

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2005
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D

Maria Sofia Magalhães

prosas biblicas 1.jpg

À venda na livraria Ler Devagar



caminho dos ossos.jpg

 

ciclo da pedra.jpg

 À venda na Edita-me e na Wook

 

da sombra que somos.jpg

À venda na Derva Editores e na Wook

 

a luz que se esconde.jpg