Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Públicas virtudes

por Sofia Loureiro dos Santos, em 18.03.08

Onde estará o sentido do que é privado e público? Que interessa aos cidadãos se o governador ressona, tem amantes ou come de boca aberta? Que interessam à cidade de Nova Iorque e ao mundo os pecados da carne do governador?

 

O que nos interessa a nós se a mãe de Sócrates lhe faz mimos e se ele gosta de espelhos estapafúrdios ? Ou que Luís Filipe Menezes engraxa os sapatos?

 

Ninguém se apercebe da absoluta e perigosa voracidade das inutilidades?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:26


8 comentários

Sem imagem de perfil

De o puma a 18.03.2008 às 23:36


A imbecilidade não tem limites

Imagem de perfil

De Pjsoueu a 19.03.2008 às 08:23

...é verdade Sofia,
Qual o interesse da vida privada dos políticos, se essa "vida " na intimidade, só a eles diz respeito?

Sou cristão, e olho a moral como alicerce fundamental para o crescimento e perfil de um indivíduo, no entanto não consigo aceitar os falsos moralistas.

Boa Páscoa:)
Sem imagem de perfil

De escrevinhadora a 19.03.2008 às 14:22

bom..., porque é que as revistas cor-de-rosa têm tanta saída?...
nem todos pensam como nós...
Sem imagem de perfil

De Akula a 19.03.2008 às 16:37

A resposta julgo que é simples: enquanto seria difícil compreender e estudar as politicas de Sócrates, avaliar o Mayor de NY ou perceber a social democracia de LFM, dá-se ao povo: cristãos para os leões. É simples, é mais fácil de compreender. Não requer estudo, é como pizza congelada.

("cristãos para os leões" não pretendeu ser ofensivo para com o comentador anterior, que é cristão... era apenas alusivo ao divertimento fácil na Roma antiga)
Sem imagem de perfil

De lino a 19.03.2008 às 19:13

O único interesse público para os americanos, Sofia, é que quando o Spitzer foi procurador geral de Nova Iorque, perseguiu tudo e todos, desde os banqueiros de Wall Street até às mais rascas redes de prostituição, com o argumento da ética a toda a prova.

Depois, já como governador do estado, apresentou uma lei extremamente evera contra a prostituição.

Agora, não foi apanhdo com uma amante, mas sim com uma prostituta da alta roda, a quem pagou 4.400 dólares por duas horas no hotel.

A mim, não me incomada nada. Mas, se tivesse a felicidade de ser banqueiro de Wall Street, estava a rebolar-me de riso.
Imagem de perfil

De Sofia Loureiro dos Santos a 19.03.2008 às 20:23

A imbecilidade começa logo pelos falsos moralismos, veja-se o exemplo do governador de Nova Iorque. Mas tudo isto leva a extremos patéticos e perigosos , pois as pessoas são julgadas por actos que não têm nada a ver com o serviço público ou com as suas responsabilidades políticas.
Sem imagem de perfil

De jrd a 19.03.2008 às 21:36

Cada vez mais, o sol se anda pôr onde não deve, qualquer dia tem um flop do tamanho de um eclipse total.
Sem imagem de perfil

De impaciente a 20.03.2008 às 12:49

É a "súciadade" que temos...

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2005
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D

Maria Sofia Magalhães

prosas biblicas 1.jpg

À venda na livraria Ler Devagar



caminho dos ossos.jpg

 

ciclo da pedra.jpg

 À venda na Edita-me e na Wook

 

da sombra que somos.jpg

À venda na Derva Editores e na Wook

 

a luz que se esconde.jpg