Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Defender o Quadrado

Nesta casa serve-se tudo a quente. As cadeiras são de pau e têm as costas direitas. Há sempre pão a cozer e o conforto da desarrumação. A porta está sempre aberta... mas fecha-se rapidamente aos vermes que infestam alguns cantos do quadrado. Sejam

Em suspenso

Todos os anos é assim. O país, tal como nós, fica suspenso por uns dias, faz um intervalo, à espera de qualquer coisa diferente, que sabe que vai ser exactamente igual a sempre.

Todos os anos é assim. O país, tal como nós, afoga as mágoas nestes dias em que se adornam as emoções de cores fortes e odores intensos, em que se faz muito barulho para abafar o que de verdadeiro nos inunda por dentro, e caminha inevitavelmente para a ressaca das contas e balanços, das desculpabilizações e dos compromissos inabaláveis.

Todos os anos é assim: passamos trezentos e sessenta e dois dias a preparar, a suspirar, a negar, a esperar, apenas por três.


(pintura de Christy Michaels Tremblay: Forest Breath)