Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Defender o Quadrado

Nesta casa serve-se tudo a quente. As cadeiras são de pau e têm as costas direitas. Há sempre pão a cozer e o conforto da desarrumação. A porta está sempre aberta... mas fecha-se rapidamente aos vermes que infestam alguns cantos do quadrado. Sejam

...



Desde ontem, depois de ter ouvido Jorge Coelho sugerir a desistência dos candidatos de esquerda (leia-se Manuel Alegre) em favor de Mário Soares, depois do debate entre os dois, dizendo que já tinha havido uma GRAAAANNNNDE descolagem de Mário Soares, e que os votos de Manuel Alegre se perdiam todos os dias, e QUE TODAS AS SONDAGENS o demonstravam, afadiguei-me a procurar essas sondagens. Onde estão publicadas? Quem as fez? Quem tem conhecimento delas? Aparentemente, apenas a candidatura de Mário Soares.


Será que a nova estratégia eleitoral de Mário Soares passa pela montagem de factos virtuais, na tentativa de desmoralizar os eventuais votantes em Manuel Alegre?

Vi o debate e não gostei muito. Mário Soares foi de um paternalismo insuportável, disse muitas banalidades, não respondeu a perguntas importantes, nomeadamente meteu os pés pelas mãos relativamente à luta contra o terrorismo, etc., e as suas alegações finais foram confrangedoras. Manuel Alegre caiu na armadilha de responder às provocações de Soares e perdeu a cabeça quando assumiu que poderia dissolver a assembleia por causa da privatização da água. Por outro lado, a referência ao artigo de Miguel de Sousa Tavares foi de mau gosto e o apelo às mulheres, e não a citação de Sophia de Mello Breyner Andresen, foi oportunista e eleitoralista.

Não me parece que, qualquer deles, tenha "ganho" o debate.

Apesar de tudo, Manuel Alegre tem mais ideias e uma linguagem mais inovadora que Mário Soares (aquele ar de professor condescendente fica-lhe muito mal e só mostra o pouco respeito que nutre pelo seu adversário).

2 comentários

Comentar artigo