Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Trapalhadas pouco saudáveis

por Sofia Loureiro dos Santos, em 28.09.06
Ninguém se entende sobre o preço dos medicamentos, uns dizem que desceu outros que subiu. O Bastonário da Ordem dos Farmacêuticos anda MUUUIIITOOO preocupado com a falta de empenhamento ministerial nos genéricos. Parece que, finalmente, as farmácias vão poder funcionar em hospitais 24 em 24 horas. Aleluia, aleluia.

Por outro lado, as taxas moderadoras não são para moderar, são para utilizar, porque assim, como nos explicou um solícito deputado do PS, que até é médico, ele pode aconselhar a cirurgia mas quem decide ser operado… é o doente! Espantoso!

Ou seja, as trapalhadas são mais que muitas mas uma coisa já se percebeu: cada um de nós vai passar a pagar mais pela saúde.

É esse o modelo que o governo vai seguir? Aumentar os impostos indirectos para financiar o SNS?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:46


5 comentários

Sem imagem de perfil

De Sofia Loureiro dos Santos a 30.09.2006 às 00:11

Tem toda a razão, Mário, toda a razão. Ainda só está (mais uma vez) anunciado.
Sem imagem de perfil

De Mário de Sá Peliteiro a 29.09.2006 às 18:46

Recordo que foi aprovado um decreto-lei "na generalidade"...
Farmácias nos Hospitais? Já foi anunciado há meses, e por enquanto...
Sem imagem de perfil

De Sofia Loureiro dos Santos a 29.09.2006 às 18:22

Se calhar os impostos são mesmo a única solução para manter ESTE mosdelo de SNS. O que não percebo são as desculpas esfarrapadas, a capacidade de negar o óbvio e a falta de nível dos apaniguados, a defenderem o indefensável!
Sem imagem de perfil

De pedro ferreira neves a 28.09.2006 às 22:21

O sr. Doutor tem razão!
Se o meu pai tivesse podido escolher, não tinha falecido, no "Amadora-Sintra", após uma operação de remoção de um dedo do pé... que estava fracturado há 2 anos, sem que o problema tivesse sido detectado...
E teve sempre acompanhamento médico, dito qualificado!!!
Sem imagem de perfil

De impaciente português a 28.09.2006 às 22:14

Há soluções que não passem pelo aumento dos impostos?
Só nas campanhas eleitorais!
Depois, como nos tempos de antanho, "é fartar, vilanagem!".

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2011
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2010
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2009
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2008
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2007
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D
  235. 2006
  236. J
  237. F
  238. M
  239. A
  240. M
  241. J
  242. J
  243. A
  244. S
  245. O
  246. N
  247. D
  248. 2005
  249. J
  250. F
  251. M
  252. A
  253. M
  254. J
  255. J
  256. A
  257. S
  258. O
  259. N
  260. D

Maria Sofia Magalhães

prosas biblicas 1.jpg

À venda na livraria Ler Devagar



caminho dos ossos.jpg

 

ciclo da pedra.jpg

 À venda na Edita-me e na Wook

 

da sombra que somos.jpg

À venda na Derva Editores e na Wook

 

a luz que se esconde.jpg