Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A paz será a derrota de Putin

por Sofia Loureiro dos Santos, em 25.02.23

ucrania 1 ano.jpg

Antena 1

Há um ano começou uma guerra que não pensava possível.

O regime russo, encimado pelo ditador Putin, que mantém os seus súbditos na indignidade do silêncio, que mata quem se lhe opõe, sejam eles adversários políticos ou não, mantém-se surdo à mínima razoabilidade. Em nome de uma grandeza mirífica, de uma auto-imagem distorcida, de uma Rússia regressada aos tempos da guerra fria.

Cidades calcinadas, milhares de mortos e de feridos, milhões de refugiados, um país destroçado. Felizmente, e até agora, a Europa e os EUA têm sido cúmplices e aliados na guerra.

Ontem, na Assembleia da República, multiplicaram-se as homenagens de Portugal ao esforço ucraniano. A solidariedade de um país livre e democrático para com outro país que o quer ser. Mais uma vez, é lamentável que forças políticas que se dizem democráticas, apoiem o regime russo e Putin, mesmo reclamando que são contra a guerra e a favor da paz.

Todos somos a favor da paz - de uma paz que não seja provisória, de uma paz que defenda a autodeterminação dos povos, a liberdade e a democracia. De uma paz que defenda os valores pelos quais a Europa se bateu e se bate, pela afirmação dos Direitos Humanos e do primado do Direito Internacional.

Não há fim à vista. Sabemos como começou, mas nunca como e quando acabará.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:13

E nós vamos aceitando

por Sofia Loureiro dos Santos, em 12.02.23

censura el pais.jpg

censura amanda goorman.jpg

censura sao luis.jpg

censura becket.jpg

E nós vamos aceitando.

Porque não queremos ser insultados nas redes sociais, porque não queremos ser olhados de lado ao usarmos palavras malditas, ao defendermos aquilo que até há bem pouco tempo, era considerado liberdade artística, criação, multiculturalismo, tolerância pela aceitação da diferença.

Policiamos a linguagem, o desenho, as opiniões, o teatro, o cinema. Não há lugar a debates, a discussão e trocas de ideias. Há barricadas, o lado certo e o lado errado.

Os factos deixaram de o ser. As interpretações do mesmo são, neste momento, aquilo a que temos direito não só nas redes sociais, como nos media. A manipulação do que se escreve, do que se diz, nem que seja para que os títulos sejam tremendistas, mesmo que as notícias digam o contrário, são a informação contemporânea. Não interessa se é verdade ou não.

O discurso corriqueiro, alarve, terrorista, inunda opinantes, políticos, gente que vive e actua pela imagem. Deixou de haver privacidade pois já não distinguimos o espaço público da nossa casa. Tudo se mostra nas redes sociais, tudo se diz em alta voz, tudo é público e não privado, pois o privado levanta teorias da conspiração.

E nós, vamos calando.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:36

God Give Me Strength

Deus dá-me forças

por Sofia Loureiro dos Santos, em 12.02.23

Burt Bacharach

Elvis Costello

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 15:50


Mais sobre mim

foto do autor



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2011
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2010
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2009
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2008
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2007
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D
  235. 2006
  236. J
  237. F
  238. M
  239. A
  240. M
  241. J
  242. J
  243. A
  244. S
  245. O
  246. N
  247. D
  248. 2005
  249. J
  250. F
  251. M
  252. A
  253. M
  254. J
  255. J
  256. A
  257. S
  258. O
  259. N
  260. D

Maria Sofia Magalhães

prosas biblicas 1.jpg

À venda na livraria Ler Devagar



caminho dos ossos.jpg

 

ciclo da pedra.jpg

 À venda na Edita-me e na Wook

 

da sombra que somos.jpg

À venda na Derva Editores e na Wook

 

a luz que se esconde.jpg