Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Defender o Quadrado

Nesta casa serve-se tudo a quente. As cadeiras são de pau e têm as costas direitas. Há sempre pão a cozer e o conforto da desarrumação. A porta está sempre aberta... mas fecha-se rapidamente aos vermes que infestam alguns cantos do quadrado. Sejam

Nada

 

(pintura de Vieira da Silva: le rayon bleu)

 

A criança na face enrugada
boca lambuzada de anos
olhos cansados de saber.

 

Já não salta o mundo
pela corda da ansiedade
escreve nos passos vagarosos
a ciência da espera
o alento da ternura
do nada.

I can't give you anything but love, baby

 

 

I can't give you anything but love, baby.
That's the only thing I've plenty of, baby.
Dream a while. Scheme a while.
We're sure to find,
Happiness, and I guess
all those things you've always pined for.

 

Gee I'd like to see you looking swell, baby
Diamond bracelets Woolworth's doesn't sell, baby.
till that lucky day you know darn well, baby.
I can't give you anything but love.

 

Gee I'd like to see you looking swell, baby
Diamond bracelets Woolworth's doesn't sell, baby.
till that lucky day you know darn well, baby.
I can't give you anything but love.

 

 

(Sarah Vaughn)

Comentários imoderados

Decidi reverter a moderação dos comentários. Não gosto que os comentários não sejam publicados de imediato, que não possam gerar de imediato controvérsia e discussão. É mesmo para isso que eles servem.

 

Por isso, em vez da moderação, eliminarei, pura e simplesmente, aqueles que achar indecorosos e insultuosos, que não acrescentem nem tenham nada de interessante a dizer.

 

Quem não gostar tem uma solução muito simples: não vem cá.

Abanar estruturas

Quando se tem ideias sobre como fazer as coisas, qual o caminho a seguir, sobre algumas regras básicas e inquebráveis, independentemente das turbulências que possam acontecer, fica-se sempre espantado com as pedras que se levantam e que rolam pelas encostas dos acontecimentos, esmagando folhas, arrastando detritos e levantando poeira.

 

Será que os caminhos ficam mais visíveis e desimpedidos? O que nos leva a continua e obsessivamente tentar alinhar o desalinhado, tentar viver coerentemente e fazer o que sempre se pensou como certo, na altura em que se tem oportunidade para tal?

 

No entanto as dúvidas sobram e quase esmagam as certezas. Não há segurança que resista às dificuldades e depois perguntamo-nos – será que as razões não são essas, as premissas estão erradas, a visão se distorceu?

 

Como vislumbrar a claridade no meio translúcido e nas cortinas que se vão interpondo entre a ideia e a realidade? Será melhor manter a estrutura com receio que o movimento a altere, a perigue, ou mesmo a destrua?

 

Ou será que a estrutura não tem condições para se aguentar e que desabará, a qualquer instante, sobre as cabeças de quem se abriga dentro dela?

 

(pintura de Robert Goodman: tornado)

Assumir o objectivo político

Como era de esperar todos os que ates diziam que a Ministra da Educação deveria ceder e recuar, que isso era prova de maturidade política, vêm agora dizer que o recuo e a cedência de Maria de Lurdes Rodrigues demonstra a fragilidade dela e que não tem mais condições para continuar.

 

Como era de esperar, as enormes dificuldades burocráticas e reuniões processuais demoradas, aliadas às críticas a vários pontos do modelo de avaliação de desempenho, reconhecidas como erros técnicos pela Ministra, não foram suficientes para acalmar a FENROF e os restante sindicatos.

 

Será que alguém ainda tem dúvidas quanto ao facto de os sindicatos dos professores não quererem qualquer tipo de avaliação e procurarem a demissão da Ministra?

 

Patético foi ver o contorcionismo de Pacheco Pereira na Quadratura do Círculo, defendendo que a Ministra não podia cair pela acção dos sindicatos e conseguindo não condenar o pedido de Manuela Ferreira Leite para a suspensão da avaliação.

Coisas estranhas

O caso do BPN está a revolver águas turvas no meio da elite político-económica do nosso país.

 

Não percebo porque é que o PS inviabilizou a audiência de Dias Loureiro do Parlamento. Se bem que, se isto é um caso de polícia, o parlamento não deveria ser um braço do poder judicial. Mesmo assim, acho estranho.

 

Menos estranho mas mais caricato, deverei mesmo dizer com um descaramento inacreditável, é o pedido de garantia para um empréstimo de 750 milhões de euros, feito pelo BPP. É mesmo à cara podre!

 

Comentários moderados

Iniciei este blogue em 2005. Até hoje acho que tinha apagado apenas um comentário que linkava para um site pornográfico.


Infelizmente chego à conclusão que tenho que passar a moderar os comentários. Rendo-me à constatação de que há mesmo um submundo que inunda a internet com obscenidades e insultos.

 

De facto, ao contrário do que Jorge Simões comentou, eu sou tudo menos santa. E a paciência já se esgotou.

 

Quem quiser insultar terá que o fazer noutro sítio.

Oh happy day!

 

 

(CGC & Sylvie Desgroseilliers)

 

Oh happy day (oh happy day)
Oh happy day (oh happy day)
When Jesus washed (when Jesus washed)
When Jesus washed (when Jesus washed)
Jesus washed (when Jesus washed)
Washed my sins away (oh happy day)
Oh happy day (oh happy day)

(La, la, la, la, la, la, la, la, la)
La, la, la, la, la, la, la, la, la
(La, la, la, la, la)
La, la, la, la, la
(La, la, la, la, la, la, la)
La, la, la, la, la, la, la
(La, la, la, la, la)
La, la, la, la, la

Oh happy day (oh happy day)
Oh happy day (oh happy day)
When Jesus washed (when Jesus washed)
When Jesus washed (when Jesus washed)
When my Jesus washed (when Jesus washed)
He washed my sins away

(La, la, la, la, la, la, la)
La, la, la, la, la, la, la
(La, la, la, la, la)
La, la, la, la, la

He taught me how (oh, He taught me how)
To wash (to wash, to wash)
Fight and pray (to fight and pray)
Fight and pray
And he taught me how to live rejoicing
yes, He did (and live rejoicing)
Oh yeah, every, every day (every, every day)
(oh yeah) Every day!

Oh happy day (oh happy day)
Oh happy day, yeah (oh happy day)
When Jesus washed (when Jesus washed)
When my Jesus washed (when Jesus washed)
When Jesus washed [hits high note] (when Jesus washed)
My sins away (oh happy day)
I'm talking about that happy day (oh happy day)

He taught me how (oh yeah, how)
To wash (to wash)
Fight and pray (sing it, sing it, c'mon and sing it)
Fight and pray
And to live
yeah, yeah, c'mon everybody (and live rejoicing every, every day)
Sing it like you mean it, oh....

Oh happy day (oh happy day)
I'm talking about the happy days (oh happy day)
C'mon and talk about the happy days (oh happy day)
Oh, oh, oh happy days (oh happy day)
Ooh talking about happy day (oh happy day)
Oh yeah, I know I'm talking about happy days (oh happy day)
Oh yeah, sing it, sing it, sing it, yeah, yeah (oh happy day)
Oh, oh, oh
Oh happy day.....