Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Defender o Quadrado

Nesta casa serve-se tudo a quente. As cadeiras são de pau e têm as costas direitas. Há sempre pão a cozer e o conforto da desarrumação. A porta está sempre aberta... mas fecha-se rapidamente aos vermes que infestam alguns cantos do quadrado. Sejam

Intervalo (1)

Quem ainda não viu O que diz Molero, no Teatro Nacional D. Maria II, tem apenas mais duas oportunidades de a não perder (hoje, às 21:00 ou amanhã, às 16:00).

O espectáculo dura 2 horas e meia, mas vale mesmo a pena. Aderbal Freire Filho adaptou e encenou uma história de Dinis Machado, em que transpôs o próprio texto narrativo para o palco. Os actores, à medida que vão narrando a história, vão interpretando os múltiplos personagens da mesma, socorrendo-se de acessórios de composição que se encontram dentro dos inúmeros ficheiros e gavetas que compõem a cena, um escritório de uma empresa.

Dois funcionários lêem e comentam o relatório de Molero, encarregue de investigar a vida do Rapaz. Pelo escritório passam a vida e os companheiros do Rapaz, os seus sonhos, os seus amores, as suas metamorfoses e as considerações de Molero.

Gillray Coutinho, Thelmo Fernandes, Claudio Mendes, Isio Ghelman, Raquel Iantas e Savio Moll são os actores, que se desdobram, pulam, saltam, falam, enfim, são muitíssimo bons.

Uma excelente maneira de acabar (ou começar) a semana.

Pág. 5/5