Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Defender o Quadrado

Nesta casa serve-se tudo a quente. As cadeiras são de pau e têm as costas direitas. Há sempre pão a cozer e o conforto da desarrumação. A porta está sempre aberta... mas fecha-se rapidamente aos vermes que infestam alguns cantos do quadrado. Sejam

Estradas


Abro os olhos devagar,
palavras atropelam e misturam
os últimos suspiros do sono.
Saio de casa a navegar,
entre o céu e a terra as nuvens
despejam a náusea.
Entro no carro e deslizo,
além da estrada
a luz do sol.

(pintura de Wendy White)

Outra vez os professores e os sindicatos e as aulas de substituição. É penoso ouvir os que se dizem representantes de uma classe profissional dizer tantas banalidades, tantas palavras seguidas sem significado.

Os defensores da autonomia das escolas e dos projectos educativos não são capazes de conceber e organizar actividades, lectivas e não lectivas, que ocupem os estudantes durante os “furos”? Ou será que entendem a escola como um lugar onde se está, ocasionalmente, a debitar ou a receber aulas?

Estes são problemas repetitivos e enfadonhos. Dá a sensação que não se aprendeu nada! Espero que a Ministra da Educação não ceda.

Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.