Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Defender o Quadrado

Nesta casa serve-se tudo a quente. As cadeiras são de pau e têm as costas direitas. Há sempre pão a cozer e o conforto da desarrumação. A porta está sempre aberta... mas fecha-se rapidamente aos vermes que infestam alguns cantos do quadrado. Sejam

Desinteresse

javier perez.jpg

Javier Pérez

 

 

 

A ninguém interessa se morro

se deixo as mãos pousadas e os olhos fechados

se deixo as flores no canto da floresta

e os caminhos lisos e rasos com a erva verde quieta

se deixo o sol arrefecer o corpo e a água inchar no lago

sem as ondas da minha existência.

A ninguém interessa que os dias desaprendam o meu nome

pendurado devagar no galho da oliveira

e a mansidão da madrugada não seja por mim respirada.

A ninguém interessa que a desertificação

dos ventos e das areias que o tempo espalha

surja no espaço de uma outra vida que desponte.