Domingo, 12 de Outubro de 2014
Das conversas presidenciais

Não conheço o teor das conversas entre Cavaco Silva e António Costa. Mas espero que tenham falado da antecipação das eleições legislativas. Era de todo o interesse que decorressem por volta de Junho ou Julho, antes das presidenciais. Aliás foi o próprio Presidente que primeiro falou de eleições antecipadas, na célebre sugestão de compromisso entre Passos e Seguro que fez há mais de 1 ano (que eu, ingenuamente, pensei ser para bom do país quando terá sido uma jogada para estrangular o PS).

 

Espero que tenham falado da nova posição de Portugal perante as exigências de Bruxelas – de defesa dos interesses dos seus cidadãos e dos serviços públicos de qualidade, de tentativa de inversão das políticas recessivas, de redução da pobreza e das desigualdades.

 

Espero que Cavaco Silva tenha compreendido que acabar o seu mandato com dignidade é facilitar o caminho ao fecho deste ciclo político de que foi um dos protagonistas que, agora, tenta apagar a sua responsabilidade.



publicado por Sofia Loureiro dos Santos às 14:38
link do post | comentar | partilhar

Paixão

painful existence.JPGAnthony Moman

 

 

De um poema inacabado a página

em branco fere sangue

que não estanca a dolorosa pressa

do corpo esvaído na mais assimétrica forma

de paixão.



publicado por Sofia Loureiro dos Santos às 10:11
link do post | comentar | partilhar

Sábado, 11 de Outubro de 2014
Tanto a não perder (2)

a volta da mesa.jpg

 

Ana Marques Pereira

Garfadas on line


Temas:

publicado por Sofia Loureiro dos Santos às 18:27
link do post | comentar | partilhar

Gente que conta

 Malala Yousafzai

 

 Kailash Satyarthi

 

Há gente que dedica a suta vida aos outros, à comunidade. São inspiradoras. Que este prémio o seja também para nós, tão fechados nos nossos problemas, muitas vezes insignificantes quando olhamosum pouco para fora.



publicado por Sofia Loureiro dos Santos às 14:27
link do post | comentar | ver comentários (1) | partilhar

Tanto a não perder (1)

pedro paramo.jpg

 Teatro Meridional

 

ana vidigal.JPG

 Où va t'on? Ana Vidigal


Temas: ,

publicado por Sofia Loureiro dos Santos às 14:01
link do post | comentar | partilhar

Sexta-feira, 10 de Outubro de 2014
Da nova oposição

Não basta que as sondagens demonstrem que há um novo caminho a percorrer e que há urgência e ânsia pelo início desse caminho. António Costa tem carisma e é, neste momento, o líder incontestado do maior partido da oposição. Porque temos de novo oposição.

 

Independentemente da construção de plataformas de entendimento com outros partidos que aceitem sem reservas a democracia, é muitíssimo importante que o PS ambicione e construa uma maioria absoluta para uma alternativa sólida de governo. A situação do país e da Europa é demasiado grave para que a base eleitoral do próximo governo não resulte de um largo consenso em relação a áreas chave da nossa vida comum.

 

Não é de pactos de regime, consensos ou reflexões urgentes que precisamos mas sim da afirmação de políticas sérias e que tenham como objectivo repor o primado do bem estar dos cidadãos e do serviço público, do reconhecimento que Portugal não pode aceitar ser minimizado na sua soberania e na sua independência perante a centralização do poder cada vez menos democrático da Europa.

 

Não há que ter medo de enfrentar os assuntos, sejam eles quais forem. Os compromissos internacionais para com os credores devem ser cumpridos de forma a parar com a delapidação da sociedade livre, solidária e democrática a que temos assistido nos últimos anos.

 

Os fenómenos populistas tendem a ocupar o vazio em tempos de descrédito, insegurança e pobreza. É preciso inverter a queda para o abismo. Temos condições para lutar - renovação dos princípios e valores, realinhamento do que de essencial é preciso preservar; mobilização de vontades e de esperanças - é possível mudar.



publicado por Sofia Loureiro dos Santos às 19:42
link do post | comentar | partilhar

Dos primeiros dias do próximo governo

sondagem.jpg

Expresso



publicado por Sofia Loureiro dos Santos às 19:02
link do post | comentar | ver comentários (1) | partilhar

Demasiado

daniel.png

 Daniel Arsham

 

 

1.

Antes que o mar me inunde

enrolando em ondas e pedras fragmentos de pele e alma

antes que o vento me afogue

em estilhaços de sopro e esquecimento

espalho brasas e olhos

e aprendo a massa do infinito

com que resitimos às tempestades de medo.

 

2.

Nem grande nem perfeito o nosso sonho de felicidade

nem fugaz nem perene a nossa funda imperfeição.

 

 3.

Como gato em fuga aguardo uma porta

entreaberta um silêncio desprevenido uma candura

de espírito ausente para activar um desaparecimento

instantâneo.

 

4.

Realidade demasiada e solitária rasura

linhas longas e sinuosas de apagamento.



publicado por Sofia Loureiro dos Santos às 09:42
link do post | comentar | ver comentários (1) | partilhar

Quinta-feira, 9 de Outubro de 2014
Dos últimos dias do actual governo

aximage.jpgNegócios

 



publicado por Sofia Loureiro dos Santos às 21:28
link do post | comentar | ver comentários (1) | partilhar

Segunda-feira, 6 de Outubro de 2014
Vertigem

A Cloudy Sky

Joseph Mallord William Turner

 

A vertigem do desfiladeiro

em velocidade de nevoeiro

eu e o tempo em secreta intimidade

fragmento suspenso na eternidade.



publicado por Sofia Loureiro dos Santos às 10:20
link do post | comentar | partilhar


Lembro dias abertos de asas olhando cumes de impossíveis. Lembro dias em que fomos casas conforto de mundos invisíveis. Por isso nos dias de gelo e brasas seremos abraços indestrutíveis. [Maria Sofia Magalhães]
Mais sobre mim
Maria Sofia Magalhães

À venda na Edita-Me, na WOOK e nas Livrarias Poetria, Poesia Incompleta, Barata, Sá da Costa, Letraria, Ler Devagar, Pó das Letras, da Faculdade de Letras e do Museu das Comunicações
Pesquisar este blog
 

À venda na Edita-Me, na WOOK e nas Livrarias Poetria, Poesia Incompleta, Barata, Sá da Costa, Letraria, Ler Devagar, da Faculdade de Letras e do Museu das Comunicações

À venda na DERIVA editores, WOOK e nas Livrarias Poetria e Poesia Incompleta

Editora Livraria Republicana
Posts recentes

Das conversas presidencia...

Paixão

Tanto a não perder (2)

Gente que conta

Tanto a não perder (1)

Da nova oposição

Dos primeiros dias do pró...

Demasiado

Dos últimos dias do actua...

Vertigem

Salvador Dali
Ligações
Temas

10 de junho(5)

1ºmaio(3)

2011(5)

2012(2)

2013(3)

2014(4)

25 abril(20)

ambiente(6)

arte(4)

artefactos(20)

as vozes dos outros(9)

autárquicas(5)

bailado(6)

be(3)

bolo(5)

caminho dos ossos(6)

campanha eleitoral(23)

carne(5)

ciclo da pedra(22)

ciência(27)

cinema(24)

compota(4)

constituição(5)

corrupção(3)

crime(3)

crise(103)

cultura(7)

da poesia nua(17)

dança(2)

das notas que tomamos(8)

democracia(118)

desafio(4)

devastação(4)

diário económico(25)

difamação(2)

direitos humanos(7)

diversos(460)

doce(12)

economia(180)

editorial(12)

educação(113)

eleições(175)

emigração(9)

esquerda(3)

ética(2)

euro(3)

europa(92)

europeias 2014(11)

fotografia(3)

futebol(15)

governo(57)

grande cozinha semanal(4)

greve(9)

holocausto(4)

homenagem(3)

igualdade(27)

inanidades(49)

informação(189)

ivg(35)

justiça(95)

liberdade(177)

licor(6)

literatura(11)

livros(63)

madeira(10)

manifestações(14)

manual de sobrevivência(113)

música(427)

natal 2011(8)

natal 2012(13)

natal 2013(11)

parlamento(7)

páscoa(3)

pintura(24)

poesia(482)

poesia outra(182)

política(1345)

presidenciais(63)

presidenciais 2016(6)

presidente república(32)

ps(65)

psd(10)

quotidiano(231)

receita(44)

religião(53)

república(7)

revista-me(6)

saúde(201)

segurança(18)

séries tv(6)

sindicatos(5)

sns(17)

sociedade(531)

solidariedade(13)

teatro(26)

televisão(21)

terrorismo(33)

trabalho(64)

um dia como os outros(145)

viagens(8)

todas as tags

Arquivos
MyFreeCopyright.com Registered & Protected
Licença Creative Commons
Esta obra foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não-Comercial - Obras Derivadas Proibidas 2.5 Portugal.
Subscrever feeds